8 March 2021
A fotógrafa portuguesa Carmo Correia lança a 10 de dezembro em Macau o livro "Ponte de Luz" que destaca o papel de Macau como "cidade âncora" dos portugueses na Ásia onde deixaram um vasto património cultural e arquitetónico.

Fotógrafa lança “Ponto de Luz” sobre o património português na Ásia

“Desde a segunda metade do século XVI que Macau tem sido um polo dinamizador das relações entre a China e os países lusófonos, funcionando como entreposto e lugar de fixação de portugueses e chineses. Relações económicas e culturais foram criadas ao longo da História com outros locais da Ásia, onde existem ainda hoje testemunhos históricos e vivenciais da presença portuguesa e do papel de Macau”, referiu a fotojornalista à agência Lusa.

Ao longo das 240 páginas do seu novo livro, Carmo Correia retrata a preto e branco as marcas da presença portuguesa em Goa, Damão, Diu, Cochim, Malaca, Timor-Leste, Japão, Sri Lanka, Tailândia, Indonésia e Macau.

Entre as marcas registadas em “Ponte de Luz”, Carmo Correia destaca igrejas, fortificações, edifícios administrativos e palácios no património edificado, mas realça também a participação coletiva em celebrações culturais ligadas a Portugal.

“Este projeto foi pensado para, a partir de Macau, fotografar e interpretar os traços do passado e do presente nestes países e territórios que ilustram e desvelam como Macau serviu de local de encontro e de difusão da lusofonia por toda a Ásia, desempenhando sempre o papel que, hoje, a China considera fulcral parte da sua identidade – servir de ponte entre a civilização chinesa e os lugares no mundo onde se fala o português”, explicou.

A concretização do projeto prolongou-se por cerca de dois anos, entre as viagens a todos os locais onde a presença portuguesa é marcante e o culminar da seleção das 188 imagens finais que integram o novo livro.

O livro, “numa edição de arte fotográfica, numerada manualmente e limitada a 2.500 exemplares”, será complementado com uma exposição fotográfica com explicações históricas e um documentário de vídeo.

Após o lançamento em Macau, Carmo Correia pretende que a exposição fotográfica e o documentário percorram os vários países da lusofonia estando já em conversações com uma entidade para cumprir esse objetivo.

Natural de Lisboa, Carmo Correia está radicada em Macau desde 2000 como fotografa freelancer colaborando regularmente com vários órgãos de comunicação social como a agência Lusa.

 

“Ponte de Luz” é o seu terceiro livro de fotografia depois de ter lançado em 2007 “Sentir o Património” e, em 2009, “Color of Culture”.

JCS // VM – Lusa/Fim

Fotos:

– Fotografia da calçada à Portuguesa, no Largo do Senado, em Macau;

– Fotografia do Festival das espingardas, em Tanegashima, Japão. CARMO CORREIA / LUSA

Também poderá gostar

Sem comentários