Os governadores dos bancos centrais de Portugal, Moçambique e Cabo Verde vão participar, na quarta-feira, em Macau, num fórum financeiro, para discutir o reforço das relações entre a China e os países lusófonos, foi hoje anunciado.

Organizada pela Autoridade Monetária de Macau (AMCM), a iniciativa é subordinada ao tema “Fomento do papel de Macau como plataforma e estímulo do desenvolvimento a nível económico e financeira entre a China e os países de língua portuguesa”.

O painel de oradores inclui, além do governador do banco central de Portugal, Carlos Costa, de Moçambique, Ernesto Gouveia Gove, e de Cabo Verde, Carlos Burgo, três representantes do órgão regulador de Timor-Leste, e responsáveis de gabinetes dos serviços financeiros de Xangai e Guangdong.

Fonte da organização disse à agência Lusa que Brasil, Angola, Guiné-Bissau e São Tomé e Príncipe não estarão oficialmente representados no evento.

A iniciativa deve reunir mais de uma centena de individualidades, entre representantes das instituições financeiras locais, cônsules gerais ou cônsules honorários dos países de língua portuguesa e representantes dos serviços do Governo de Macau.

A subdiretora do Gabinete de Ligação do Governo Popular Central em Macau, Gao Ian, e o enviado especial do Gabinete do Comissário do Ministério dos Negócios Estrangeiros da RPC em Macau, Feng Tie, são os convidados principais do fórum, indicou a AMCM.

 

DM // VM.

Lusa/Fim

Foto: LUSA (16/01/2012) Banco, Macau

close
Subscreva as nossas informações
Partilhar