Entre os dias 21 e 30 de agosto, o Rio de Janeiro irá receber o Festival de Teatro da Língua Portuguesa, que além de peças, também conta com shows, exposição, oficinas e debates. O Festlip, que está em sua quinta edição, conta este ano com 20 apresentações teatrais de sete espetáculos inéditos do Brasil, Angola, Cabo Verde, Moçambique e Portugal e homenageia o dramaturgo angolano José Meno Abrantes.Nesta edição o  festival também conta com participação especial do Timor Leste e de Guiné Bissau.

As peças passarão pelos teatros Carlos Gomes, Sesi Centro, Ipanema, Café Pequeno e Teatro do Jockey. Entre os títulos estão as angolanas “Luanary”, “O Cego e o Paralitico” e a coprodução com o Brasil  ”Amesa”. Além de “Esquizofrenia”, de Cavo Verde; “Cromotografia”, de Portugal, “Cinzas sobre as mãos” e a brasileira “As Desgraças”.

No Casarão Ameno Rosedá, acontece o “Festlip Show”, no dia 23 de agosto. O encontro musical contará com a brasileira Viviane Tosto cantando Clara Nunes e o Angolano Abel Duerê com ritmos da Africa, do Caribe e dos batuquesde Salvador. Nos intervalos haverá a discotecagem do DJ Man.

Além dos shows e das peças, o FestLip conta com oficinas, debates e palestras, que ocorrem no Oi Futuro, em Ipanema, com entrada gratuita. A atriz e diretora portuguesa  Maria João Vicente irá ministrar a oficina  ”(Em) Cena”.  E, na terça-feira, dia 27, haverá a mesa de debate “Projeção Cultural do Rio de Janeiro pelos Festivais Internacionais”. Já no Teatro Carlos Gomes acontece a exposição fotográfica “De Timor Leste a Portugal: uma visão brasileira” com imagens de Valmyr Ferreira. Ler o artigo completo.

close
Subscreva as nossas informações
Partilhar