O embaixador de Portugal junto da Santa Sé, Manuel Fernandes Pereira, sublinha a profunda ligação de João Paulo II a Portugal.

O representante diplomático, em declarações à Renascença, recorda as visitas que o Papa polaco fez a Portugal e o sucesso e o entusiasmo que marcaram essas deslocações.

“Portugal continua a ser um país que tem uma visibilidade importante no Vaticano. Para isso contribuiu, certamente, a tradição que já se conhecia das quatro visitas que o Papa João Paulo II fez, do sucesso que tiveram e dos laços que foram estabelecidos nessa altura entre o Sumo Pontífice e o povo português”, afirma Manuel Fernandes Pereira.

Outro ponto de contacto com Portugal, sublinha, era o facto de João Paulo II cultivar muito o culto de Nossa Senhora.

“O Papa João Paulo II procurou desde muito cedo falar em Português. Quando se dirigia aos portugueses, nas suas homilias, haver sempre uma passagem em o Português. E também o apoio que deu a que a Língua Portuguesa fosse utilizada durante as cerimónias em S. Pedro”, destaca o embaixador.

João Paulo II, que faleceu a 2 de Abril de 2005, vai ser beatificado este domingo pelo seu sucessor Bento XVI.

A urna de João Paulo II foi trasladada e colocada esta sexta-feira junto ao túmulo de São Pedro, onde vai permanecer até à manhã de domingo.

Os restos mortais de Karol Wojtyla vão ficar no piso inferior da basílica de São Pedro até ao final do rito de beatificação, sendo depois colocados à veneração dos fiéis em frente ao altar principal deste espaço.
A trasladação definitiva para a capela de São Sebastião terá lugar no final da tarde da próxima segunda-feira, de forma privada, com a Basílica fechada.

Na cerimónia do próximo domingo onde marcarão presença 87 delegações oficiais, Portugal será representado pelo ministro de Estado e dos Negócios Estrangeiros, Luís Amado.

 

FONTE: RR

close
Subscreva as nossas informações
Partilhar