Não é só o Tio Sam que está querendo conhecer a nossa batucada – e o nosso idioma. Gringos de todas as partes do mundo estão movimentando o mercado de português para estrangeiros no Rio, dizem professores da área.

O perfil de grande parte deles é de executivos expatriados que vêm assumir cargos de gestão e que precisam saber se comunicar bem com os funcionários. Em geral, procuram cursos que ministrem aulas em suas respectivas empresas, individualmente ou em pequenos grupos. As aulas são direcionadas aos seus respectivos perfis e necessidades. Já os professores que ministram os cursos costumam ter formação em inglês, mas todos concordam que o ideal é quando o tutor sabe a língua materna do aluno, pois facilita a comunicação.

– Mais do que falar com as pessoas na empresa e se virar no dia a dia, eles (os estrangeiros) querem aprender a interagir em português – diz Allyne Turano, professora do Flash! Idiomas. – Embora tenham dificuldade na pronúncia, querem falar como brasileiros e muitos deles fazem questão de reproduzir os esses chiados do carioca.

Há sete anos no mercado de português para estrangeiros, o Quiz Idiomas registrou, de 2009 para cá, um aumento de 80% no número de alunos que procuram aulas de português. Segundo Carolina Almeida, sócia-proprietária do curso e professora, o crescimento se deve especialmente à vinda de executivos estrangeiros do setor de petróleo e gás. Ela afirma que cerca de 70% deles têm aulas junto com as respectivas mulheres.

– A ideia não é apenas ensinar o idioma, mas procurar fazê-los ter contato e entender a nossa cultura – diz Carolina. – Por isso, utilizamos novelas, filmes, músicas, todo tipo de material que possa ajudar nisso. E também fazemos um acompanhamento no dia a dia, como ir ao supermercado com a pessoa e acompanhar o filho no primeiro dia de aula.

 

 

Ler o artigo completo (Cabrália News)

close
Subscreva as nossas informações
Partilhar