Em 2008, a língua portuguesa passava a poder ser utilizada nas intervenções da abertura e debate geral da 63ª Assembleia-Geral das Nações Unidas, depois de Portugal ter assegurado a tradução simultânea para as seis línguas oficias da organização.

close
Subscreva as nossas informações
Partilhar