Por Lusa

O Prémio Vasco Graça Moura — Cidadania Cultural entregue ao ensaísta Eduardo Lourenço, pelo Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa.

Esta é a primeira edição do galardão instituído pela Estoril Sol, em parceria com a editora Babel, em homenagem à memória do escritor e político Vasco Graça Moura, falecido em abril de 2014. O prémio tem periodicidade anual e o valor pecuniário de 40 mil euros.

O nome de Eduardo Lourenço, atualmente conselheiro de Estado, foi conhecido no passado dia 03 de janeiro, tendo sido escolhido por unanimidade por um júri presidido por Guilherme d’Oliveira Martins, administrador da Fundação Calouste Gulbenkian e ex-presidente do Tribunal de Contas e do Centro Nacional de Cultura.

Em ata, o júri realçou o “percurso intelectual do premiado” que “corresponde inteiramente aos objetivos definidos aquando da criação deste prémio”. Ler o artigo completo

O escritor e ensaísta Eduardo Lourenço discursa após receber o Prémio Vasco Graça Moura, numa cerimónia no Casino Estoril. no Estoril, 18 de maio de 2016. JOSÉ SENA GOULÃO/LUSA

O escritor e ensaísta Eduardo Lourenço discursa após receber o Prémio Vasco Graça Moura, numa cerimónia no Casino Estoril. no Estoril, 18 de maio de 2016. JOSÉ SENA GOULÃO/LUSA

close
Subscreva as nossas informações
Partilhar