2 March 2021
A Associação das Universidades de Língua Portuguesa em Macau (AULP) vai debater no próximo encontro, em Macau, a importância da difusão das línguas portuguesa e chinesa para a colaboração académica no ensino superior e promoção do turismo.

Difusão das línguas portuguesa e chinesa em debate

O XXIV Encontro da AULP vai ter lugar entre 17 e 19 de setembro no novo ‘campus’ da Universidade de Macau (UM), na ilha da Montanha, na vizinha província chinesa de Guangdong, mas sob a jurisdição de Macau, indica um comunicado publicado no portal da entidade.

Macau acolherá pela quinta vez o encontro da AULP, após as edições realizadas nos anos de 1998, 2003, 2006, 2010.

A candidatura foi apresentada por Rui Martins, vice-reitor da UM e vice-presidente AULP, em nome de três instituições de ensino superior de Macau – UM, Instituto Politécnico e Instituto de Formação Turística – no âmbito do XXIII Encontro Anual da AULP que decorreu na Universidade Federal de Minas Gerais, em Belo Horizonte, Brasil, em junho do ano passado, a qual foi aprovada na altura, por unanimidade.

A AULP é uma associação com membros provenientes de cerca de 150 universidades em todo o mundo, incluindo Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Macau, Moçambique, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste.

DM // PJA – Lusa/Fim


Foto: 23/04/1998 – Jorge Rangel, encarregado do governo de Macau na sessão de encerramento da Associação das Universidades de Língua Portuguesa (AULP) que reuniu mais de 300 participantes e 127 instituicoes. FOTO WONG SANG/LUSA

Também poderá gostar

Sem comentários