9 March 2021
Este foi o tema da conferência realizada pela Uni-cv para comemorar o Dia da LP e da Cultura na CPLP. O evento visou fomentar uma reflexão sobre questões relevantes da Língua Portuguesa como um espaço de entendimento e partilha de conhecimentos.

Desafios actuais da Língua Portuguesa

“A Universidade de Cabo Verde e os Desafios Actuais da Língua Portuguesa”  foi tema de um ciclo de conferências que aconteceu no dia 3 de Maio, na Reitoria da Uni-CV, na Cidade da Praia, em comemoração ao Dia da Língua Portuguesa e da Cultura CPLP, assinalado neste 5 de Maio.

Segundo o Reitor da Universidade de Cabo Verde, Paulino Fortes, os desafios que se colocam à Língua Portuguesa na UNI-Cv são vários e dizem respeito a várias vertentes desde o ensino à investigação e divulgação.
“ Desde o ensino da Língua Portuguesa como objecto de estudo nas licenciaturas da área, quer como a língua para os outros cursos. Temos os desafios da investigação em Língua Portuguesa da extensão, divulgação, e todo o papel que a língua portuguesa tem como língua de educação e de comunicação científica”, frisou. 
“Actualmente a Língua Portuguesa possui 250 milhões de falantes, mas no final do século, este número irá aumentar para os 350 milhões”, afirma o Presidente do Observatório da Língua Portuguesa, Eugénio Anacoreta Correia, que defende que os desafios que se colocam à esta língua são enormes devido a este aumento demográfico do número de falantes, mas acrescenta “são desafios positivos”.
Durante esta Primeira Conferência sobre os Desafios da Língua Portuguesa, três grandes vertentes do Português foram debatidas: “A língua como objectivo da política”, “O valor económico da Língua Portuguesa” e “O Português como língua da ciência”. Neste evento participaram diversas personalidades da CPLP.

Fonte: RTNTE

Também poderá gostar

Sem comentários