9 March 2021

Declaração de Princípios

Língua oficial, de ensino, de património, de comunicação nos domínios cultural, científico, político, técnico e tecnológico dos oito Estados-Membros da CPLP e das suas comunidades migrantes nos cinco continentes, o Português é a língua veicular de cerca de 250 milhões de pessoas, o que o afirma como o quarto idioma à escala universal e, depois do Espanhol e do Inglês, como o terceiro europeu mais falado no Mundo.

A importância da Língua Portuguesa tem-se acentuado nas décadas mais recentes impulsionada por um crescimento do número de falantes que ultrapassa o ritmo de aumento demográfico nos países que têm o Português como factor estruturante da sua identidade e da sua soberania.

Tal decorre da atracção que a acrescida relevância cultural, económica e política do Português vem exercendo sobre países integrados em outros espaços linguísticos como são, por exemplo, os casos da China, da Índia, do Japão, da América Latina, de alguma África francófona sub-saariana, etc.

Todavia, e não obstante a percepção rigorosa e pormenorizada desta situação ser imprescindível à formulação de políticas de língua coerentes e eficazes que dêem respostas consistentes às expectativas e solicitações existentes ou previsíveis em futuro próximo, são estimados e genéricos o conhecimento e a informação sobre a realidade actual e a sua evolução a médio prazo.

Sendo uma Associação da Sociedade Civil que desenvolve a sua acção com sentido de Missão e espírito de Serviço Público, o OLP – Observatório da Língua Portuguesa elegeu como um dos seus principais objectivos concorrer para que seja colmatada essa lacuna, e, a partir do conhecimento rigoroso do universo de falantes e das peculiaridades dos seus diversos conjuntos, poder contribuir para processos de decisão que no âmbito da CPLP ou de cada um dos países que a integram devam ser ponderados em prol da afirmação e difusão da Língua Portuguesa.

Também poderá gostar

Sem comentários