Macau, China, 07 jun (Lusa) –Os dados foram avançados à Agência Lusa pela diretora do departamento de Português, Maria Antónia Espadinha, que explicou que os estudantes serão divididos por 13 turmas com quatro níveis de aprendizagem: iniciação, básico, intermédio e avançado.

Cerca de metade vem do interior da China, registando-se a participação de jovens do Vietname, Indonésia ou da Coreia do Sul. Já do Japão, como observou a docente, têm vindo cada vez menos estudantes “desde que os calendários oficiais das escolas foram alterados”.

O Curso de verão de Língua e Cultura Portuguesas oferece, além das aulas (60 horas letivas), uma série de atividades extra como passeios pela cidade, visitas aos museus, idas ao cinema e até mesmo danças folclóricas.

No total, foram recebidas 535 candidaturas, contudo, aspetos como a “gestão do espaço” levaram a que fossem admitidos 343 alunos que, através do Curso de verão, têm “oportunidade” de melhorar os seus conhecimentos de Português ou de iniciarem o estudo da língua.

 

FONTE: SIC Notícias

DM.

Lusa/fim

Partilhar