«O conjunto dos países membros terão de analisar o assunto, mas o Governo português entende como positivo e interessante a aproximação da Namíbia à Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP)», disse à Lusa, neste sábado, Miguel Guedes, porta-voz do Ministério dos Negócios Estrangeiros.
O Governo de Windhoek vai solicitar a adesão da Namíbia a membro observador associado da CPLP, tendo instruído o Ministério dos Negócios Estrangeiros para que envie o respetivo pedido formal ao Secretariado Executivo da CPLP.
A Namíbia, país que faz fronteira com Angola, tem dois milhões de habitantes, incluindo 110 mil lusófonos, sobretudo angolanos, e cerca de 2.500 portugueses.

FONTE: TVI

close
Subscreva as nossas informações
Partilhar