A Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) vai apoiar a candidatura de Angola a membro não permanente do Conselho de Segurança das Nações Unidas em 2015, disse segunda-feira o secretário-executivo do bloco lusófono, Murade Murargy.

 

“O Conselho de Ministros (da CPLP) adoptou uma resolução apoiando Angola, a sua entrada no Conselho de Segurança das Nações Unidas” em 2015, declarou à Lusa por telefone Murade Murargy, que se encontra em Moçambique.

A decisão foi tomada pelos Estados membros da CPLP durante a XIII Reunião do Conselho de Ministros do bloco, em Maputo, no final da semana passada.

“Este é um apoio em que, quando chegar o momento exacto, os oito países estarão unidos no apoio a Angola. Não foi uma questão controversa, foi uma decisão unânime”, acrescentou Murargy.

O secretário executivo da CPLP sublinhou “a importância de ter um Estado membro ou um país amigo no Conselho de Segurança da ONU”, sobretudo para dar visibilidade e continuidade às questões que envolvem o bloco naquele órgão.

“A questão da Guiné-Bissau ainda está no Conselho de Segurança e não sei quanto tempo ainda vai permanecer”, disse Murade Murargy.

“De toda maneira, estando Angola, ou Portugal, ou outro país, mesmo que não seja da CPLP, mas que seja nosso parceiro, é extremamente importante para o apoio das resoluções que passam pelo Conselho de Segurança”, afirmou. Ler o artigo completo.

close
Subscreva as nossas informações
Partilhar