9 March 2021
Algumas comunidades portuguesas nas províncias canadianas do Ontário e do Quebeque passam a ter acesso a um novo semanário gratuito, o "Correio da Manhã Canadá", numa iniciativa de um empresário luso-canadiano em parceria com o matutino lisboeta.

“Correio da Manhã Canadá” começa hoje a ser distribuído em Otava e Montreal

Lançado este fim de semana, o número um começou a ser distribuído nas cidades de Toronto, na sexta-feira, e Otava e Montreal, a partir de hoje.

Com o mesmo cabeçalho do diário de Lisboa a que juntou a palavra “Canadá”, o jornal, produzido em Toronto, é praticamente uma cópia fiel do modelo de Portugal, com reprodução de parte do seu noticiário nacional geral, assim como de artigos desportivos do jornal “Record”, adicionando duas secções locais de Toronto e de Montreal.

“Temos um acordo que nos permite utilizar os conteúdos do “Correio da Manhã” e do “Record” em Portugal”, indicou à agência Lusa, Eduardo Vieira, o promotor do novo projeto e atual proprietário em Toronto de uma empresa produtora de espetáculos e sócio do jornal comunitário “Nove Ilhas”.

Contactada pela Lusa a direção do “Correio da Manhã” em Lisboa, com o objetivo de questionar a articulação dos dois jornais, um responsável remeteu para um administrador do grupo Cofina, que estará disponível para esclarecimentos na segunda-feira.

Por seu turno, Luís Tavares Bello, coordenador do núcleo de Montreal, adiantou à Lusa que o semanário será publicado às terças-feiras e terá uma tiragem de 25 mil exemplares.

“É claro que este novo jornal vai ter um impacto na nossa comunidade, em boa parte devido ao facto de estar associado ao “Correio da Manhã”, o maior diário [generalista] português e de ser muito popular, o que se coaduna bem com os portugueses daqui”, salientou.

Neste contexto, acrescentou, à medida que se implantar, é de prever efeitos ao nível do mercado publicitário, podendo originar um reajustamento e afetar, por essa via, outros jornais comunitários portugueses.

Igualmente com edição na Internet, o semanário alarga a distribuição em papel às zonas de Oakville, Mississauga, Brampton, Hamilton, London, Cambridge, todas elas no Ontário, e ambiciona passar a diário no médio prazo.

 

EF // PGF

Foto: LUSA – Venda do 1º número do jornal “Correio da Manhã”. Fot Manuel Moura (17/08/2004)

Também poderá gostar

Sem comentários