8 March 2021
Gasoduto SASOL - Temane - Moçambique

Cooperação entre Escócia e Moçambique no setor de gás

Maputo 15 fev (Lusa) – O secretário do Reino Unido para a Escócia defendeu hoje em Maputo que a cooperação com Moçambique no gás abre perspetivas de novos mercados e de emprego, considerando que o país africano pode tornar-se numa referência mundial no setor.

“Esta iniciativa [de cooperação] é uma oportunidade de desenvolver novas oportunidades de mercados, criando novas fontes de emprego para as pessoas”, disse David Mundell, que reuniu hoje com o ministro da Indústria e Comércio moçambicano, Max Tonela, citado pela Agência de Informação de Moçambique.

A visita de dois dias de David Mundell a Moçambique visa discutir parcerias no setor de gás e petróleo entre as cidades de Pemba, província de Cabo Delgado, e Aberdeen, Escócia, e o governante do Reino Unido espera que desta cooperação saiam oportunidades para as empresas britânicas que trabalham no setor.

“A cooperação não só vai beneficiar Escócia, mas será de grande ajuda para Moçambique”, afirmou, acrescentando que, a partir desta relação, Pemba colherá experiência suficiente dos técnicos que operam no Mar do Norte para se tornar uma referência mundial no setor.

A província de Cabo Delgado detém uma das maiores reservas de gás natural do mundo, que serão usadas para a produção de Gás Natural Liquefeito, através de dois consórcios liderados pelas multinacionais norte-americana Anadarko e pela italiana ENI, em que se inclui também a portuguesa Galp.

No mês passado, quando anunciou a sua visita a Moçambique, David Mundell disse que já existem memorandos de entendimento entre os dois lados.

EYAC // EL – Lusa/ Fim

Também poderá gostar

Sem comentários