2 March 2021
A VIIIª Reunião do Conselho Científico dos coordenadores das comissões nacionais do Instituto Internacional da Língua Portuguesa (IILP) serviu para preparar a II Conferência Internacional sobre o Futuro do Português no Sistema Mundial, a ocorrer em Lisboa nos dias 29 e 30 de Outubro deste ano.

Conselho Científico do IILP quer Língua Portuguesa no Sistema Mundial

A este diário online, a Presidente do Conselho Científico do IILP, Amália Melo Lopes, explica que nesta oitava reunião os coordenadores das comissões nacionais do instituto aprovaram o relatório de contas e de actividades do ano de 2012, elaboraram o plano de actividades para 2013 e também o orçamento para ano 2014.

Além disso, explica Melo Lopes, que se fez um balanço das actividades em curso, nomeadamente a organização do Vocabulário Ortográfico Comum – (VOC) e também o desenvolvimento do portal do professor que vai disponibilizar unidades de ensino na Internet para o ensino de português como língua estrangeira.

O mesmo Portal poderá ser acedido por qualquer falante que será apresentado por diferentes países nas diferentes variantes do português. Foi também apresentado a RIILP, a revista electrónica do IILP que já vai na sua segunda edição. Aliás, decidiu-se por criar um conselho editorial que vai prever a política editorial dessa revista.

Lisboa acolhe IIª Conferência sobre o Português no Sistema Mundial

Este colóquio serviu também como actividade preparatória para a segunda Conferência sobre o Português no Sistema Mundial que será realizado em Lisboa, nos finais de Outubro deste ano. Evento este que segundo a presidente do Camões, Instituto da Cooperação e da Língua, I.P, Ana Paula Laborinho, será dividido em três segmentos. “Há um que é da sociedade civil, que estamos a organizar directamente, em que juntamos 4 universidades portuguesas visto que, queremos que se trate de uma organização que possa reforçar o seu lado científico”, informa.

No segundo segmento vai ser elaborado o plano de acção de Lisboa, que será um reforço ao plano Acção de Brasília, traçada em 2010. Vai-se fazer ainda a avaliação dos progressos relativamente a este Plano de Acção de Brasília, bem como também, lançar alguns temas essenciais a internacionalização da língua portuguesa.

A terceira parte vai ser um encontro dos ministros do exterior de todos os estados membros da CPLP, para avaliar o plano da Acção de Lisboa, e dizer se está em condições para os estados membros endossarem em conjunto esta política de internacionalização do português.

O Plano de Acção de Brasília foi um momento em que todos os estados membros assumiram a necessidade de em conjunto internacionalizar a Língua Portuguesa. “Este plano tem vários aspectos, um deles passa pela elaboração do Vocabulário Ortográfico Comum (VOC), questão que vai ser também retomada em Lisboa e que dará conta da evolução do ponto da situação do vocabulário ortográfico comum”, explica Laborinho.

Então em Lisboa, continua, que se vai fazer um ponto de situação sobre a evolução dos aspectos centrais do plano de acção de Brasília. E, o mais importante, designar a língua portuguesa como língua global, internacionalização, ciência e inovação.

“Vamos ter como tópico a questão do português como língua de ciência e do português ligado a inovação porque nenhuma grande língua poderá firmar sem se transformar numa língua do conhecimento e ciência”, diz Ana Paula Laborinho, completando que espera também, que os países colaboram e consigam pelo menos desenhar objectivos conjuntos para que o português se afirme internacionalmente com uma língua da ciência.

Vocabulário Ortográfico Comum (VOC)

O Vocabulário Ortográfico Comum da língua portuguesa, de acordo com Gilvan Müller, presidente do IILP, será assim que lançada a maior base de dados lexicográficos electrónica do português constituído por oito vocabulários nacionais, num total de 300 mil palavras. O VOC será feito numa metodologia participativa de todos os países com a sua equipa de lexicógrafos. É uma base negociada de cada país onde cada um entra com o seu vocabulário mas, com uma metodologia comum.

“O VOC é um dos projectos importantes atribuídos ao IILP, pelo plano de acção de Brasília e que estamos a avançar a bom ritmo de modo a que prevemos chegar na cimeira de Díli em 2014, quando Timor- Leste assume a presidência da CPLP, com pelo menos quatro vocabulários ortográficos nacionais integrados a base comum”, explica Gilvan Müller.

 

VIII Reunião Ordinária do Conselho Científico

do Instituto Internacional da Língua Portuguesa

(IILP – CPLP)

Comunicado Final


Sob a presidência da Professora Doutora Amália de Melo Lopes, Presidente do Conselho Científico (CC), reuniu-se, na Cidade da Praia, nos dias 17 e 18 de Junho de 2013, o Conselho Científico do Instituto Internacional de Língua Portuguesa (IILP), com a participação das Comissões Nacionais (CN) e/ou representantes de Angola, Brasil, Cabo Verde, Moçambique, Portugal e São Tomé e Príncipe e o Diretor Executivo (DE), não tendo estado presentes representantes do Secretariado Executivo da CPLP (SE CPLP), de Guiné-Bissau e Timor-Leste. As conclusões do CC são as que  se listam neste comunicado:

a) Foi aprovada a Ata da VII Reunião ordinária do CC;

b) As CN prestaram informação sobre os processos de Aprovação dos Novos Estatutos e do Regimento do IILP, estando o de Portugal já concluído;

c) As CN fizeram um ponto de situação sobre o estado de criação e composição das respetivas CN, tendo-se concluído pela necessidade de um maior apoio institucional dos EM ao seu funcionamento;

d) O CC recomendou aos EM um maior apoio ao IILP, designadamente, através da cedência de técnicos, quer para trabalhar em projetos para captação de recursos, quer na elaboração e execução de projetos e outras atividades do IILP;

e) A CN de Portugal fez o ponto de situação da preparação da II Conferência Internacional sobre o Futuro da Língua Portuguesa no Sistema Mundial, a ter lugar em Lisboa em 29 e 30 de Outubro próximo, subordinada ao tema “Língua Portuguesa Global: Internacionalização, Ciência e Inovação”.

f) Registou-se que os VON estão em execução, tendo Brasil, Moçambique e Portugal terminado a primeira fase, e Angola, Cabo Verde e São Tomé e Principe iniciado a recolha de dados;

g) As CN congratularam-se com o desenvolvimento do Projeto Portal do Professor de Português como Língua Estrangeira (PPPLE) e comprometeram-se a enviar em breve as suas apreciações do Manual de Orientação para o Desenvolvimento dos materiais do referido Portal bem como do cronograma;

h) O DE IILP fez o balanço dos projetos em curso na Guiné Equatorial, tendo as CN solicitado mais informações e documentação que permitam avaliar os avanços da adoção do Português como língua oficial.

i) O DE IILP informou sobre o estado de desenvolvimento do projeto editorial da Revista do IILP, pelo que as CN se comprometeram a enviar em breve a indicação do seu representante no conselho editorial;

j) O CC solicitou informações adicionais sobre a eventual abertura dos escritórios regionais;

k) O CC apreciou o Relatório de atividades e o Relatório de contas de 2012, congratulando o DE pelo desempenho e trabalho desenvolvido, sobretudo nas atuais circunstâncias de escassez de recursos;

l) O CC apreciou o Orçamento para 2014, tendo recomendado um esforço de contenção atendendo à atual conjuntura, no sentido de reduzir, tanto quanto possível, as despesas de funcionamento, com vista a poder utilizar alguns recursos em despesas de investimento;

m) O CC analisou e aprovou o Plano de Atividades (PA) para 2013.

Cidade da Praia, 18 de Junho de 2013

 

Fonte: IILP

Também poderá gostar

Sem comentários