2 March 2021
Mesa Redonda: Ciência e inovação/ Inovação e Negócio. “Importância da Lusofonia no Panorama Energético Mundial”

Comunicação de José Eduardo Sequeira Nunes

Hidrocarbonetos nos Mares da Lusofonia

José Eduardo Sequeira Nunes

Chefe do Gabinete da Presidência

Lisboa, 29 de outubro de 2013

Cerca de 50% das novas descobertas de petróleo e gás realizadas no mundo desde 2005 estão localizadas nos países de língua portuguesa: Brasil, Moçambique e Angola.

Reservas de Angola ascendem entre 9, 5 e 13, 5 mil milhões de barris localizadas no offshore e deep offshore (estimativas da IEA e BP, respetivamente).

Descobertas de Gás Natural em 2011 e 2012 farão de Moçambique um importante fornecedor mundial de GN, transformando radicalmente a economia nacional.

Descobertas no pré-sal das bacias de Santos, Campos e Espírito Santo:

Só a Bacia de Santos contará com mais de 50 mil milhões de boe de reservas, segundo ANP, colocando o Brasil entre as maiores províncias mundiais de O&G não OPEP;

Campo Lula é uma das mais importantes descobertas mundiais dos últimos 30 anos.

A Galp Energia tem mais de 50 projetos em quatro continentes.

Criação do ISPG- Instituto de Petróleo e Gás

Plataforma de interligação da indústria de O&G ao mundo científico lusófono

Principais Objetivos:

  • Desenvolver projetos de investigação e de formação avançada e competências diferenciadoras no sector do Petróleo e Gás
  • Contribuir para a consolidação e desenvolvimento do conhecimento e tecnologia «em português» aplicáveis ao sector do Petróleo e Gás, com capacidade de competir à escala da economia global

Ver apresentação:

Também poderá gostar

Sem comentários