Os chefes de Governo assinaram um Memorando de Entendimento para o reforço da cooperação cultural entre os dois países, e celebraram a entrega, em outubro passado, do 4º Prémio Luso-Espanhol de Arte e Cultura a Carlos Saura – realizador do filme Fados (2007) – “por contribuir de maneira eficaz ao mútuo conhecimento cultural de ambos os países”.

Quanto à área educacional e às línguas, Rajoy e Passos Coelho “reafirmam seu interesse em seguir no apoio a todos os esforços para promover o ensino das línguas espanhola em Portugal e portuguesa em Espanha. Reiteram também”, de acordo com o documento da Cimeira, “a vontade de ambos em colaborar bilateralmente com o objetivo de elaborar estratégias comuns em temas europeus e internacionais.” E concordaram em medidas para agilizar o mútuo reconhecimento dos títulos universitários.

Ambos expressaram satisfação pela realização do Encontro Empresarial Portugal-Espanha e pelo Memorando Tripartite Portugal-Espanha-Brasil de cooperação para as investigações no Laboratório Ibérico de Nanotecnologia, instalado em Braga.

“A Península Ibérica deve continuar a ser um espaço de encontro e de intercâmbio entre portugueses e espanhóis. E assim continuaremos a trabalhar em busca de mais pontos de união e de cooperação em todos os setores e a todos os níveis”, afirmou o primeiro-ministro espanhol. Ler o artigo completo.

 

Foto: A 26ª Cimeira Portugal-Espanha foi realizada no último dia 13 de maio na sede do governo da Espanha, o Palácio da Moncloa, em Madrid.

close
Subscreva as nossas informações
Partilhar