O Conselho Científico do FIR, entidade que decide a atribuição do prémio, considerou João Ramalho-Santos como o investigador do ano, numa lista da qual faziam parte 308 cientistas dormados naquela instituição.

A distinção premeia os ex-alunos daquele programa e nunca tinha sido atribuída a um investigador não sediado nos Estados Unidos ou Reino Unido, num cerimónia que irá decorrer no dia 11 de Junho de 2015.

“Trata-se de um prémio que muito me honra, dado o nível científico extremamente elevado dos alunos do FIR (informalmente designados “FIRbees”), e as posições de liderança que ocupam mundialmente”, afirma João Ramalho-Santos, em comunicado da UC.

Dirigido a cientistas e clínicos da área da Biologia da Reprodução, o Programa FIR é um curso laboratorial intensivo e competitivo realizado anualmente.
boas noticias

close
Subscreva as nossas informações
Partilhar