6 March 2021
Foto LUSA: Ilha Gulangyu, Xiamen, província de Fujian, China, 18 de maio de 2017 EPA/ROMAN PILIPEY

China destaca importância dos portos portugueses na iniciativa “Uma Faixa, Uma Rota”

Lisboa, 21 jun (Lusa) – A importância das estruturas portuárias portuguesas na participação de Portugal na iniciativa chinesa “Uma Faixa, Uma Rota” foi hoje destacada em Lisboa por um responsável da Câmara de Comércio Internacional chinesa.

“A iniciativa ‘Uma Faixa, Uma Rota’ é uma das mais importantes iniciativas do Presidente Xi (Jinping) e proporciona uma boa plataforma de cooperação entre a China e todos os países que quiserem aderir”, afirmou Wu Meng, diretor geral delegado do departamento de Cooperação Bilateral da Câmara chinesa para o Comércio Internacional, à margem de um encontro de empresários que decorre em Lisboa

Wu Meng acrescentou que Portugal já manifestou o seu interesse em participar nesta iniciativa e “pode desempenhar um papel importante” devido “aos seus portos que são muito bons”, e à ligação ferroviária China-Europa que Pequim quer incentivar.

O Encontro de Empresários para a Cooperação Económica e Comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa trouxe a Lisboa uma comitiva que integra cerca de 70 empresas chinesas, estando prevista uma visita técnica ao Porto de Sines na sexta-feira.

A iniciativa “Uma faixa, Uma Rota” é um programa lançado pelo presidente Xi Jinping que prevê investimentos de cerca de 900 mil milhões de dólares em infraestruturas de transportes, visando reativar as antigas vias comerciais entre a China e a Europa através da Ásia Central, África e Sudeste Asiático.

O ministro dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva, defendeu em março deste ano que o Porto de Sines deve ser visto como uma infraestrutura que “será instrumental para completar” esta iniciativa.

RCR // EL

Lusa/fim

Também poderá gostar

Sem comentários

ARTIGOS POPULARES