O Centro Cultural Xanana Gusmão foi hoje reaberto, depois de obras de remodelação, com a exposição de pinturas inéditas do primeiro-ministro timorense e do jipe onde seguia quando foi vítima de atentado em fevereiro de 2008.

“Aqui em Timor não há uma cultura de leitura, é principalmente uma cultura de tradição oral que é importante proteger, mas nesta era de globalização é muito importante que as pessoas ganhem o amor pela leitura e também o hábito de ler, escrever e amar a sua língua, ter orgulho na sua língua, cultura e identidade timorense”, afirmou Kristy Gusmão, responsável pelo projeto.

Segundo Kristy Gusmão, mulher do primeiro-ministro timorense, o objetivo do centro é promover hábitos de leitura, educação e estimular a criatividade dos jovens com várias atividades, incluindo as relacionadas com a matemática e física.

“Para mim este sítio é muito especial, porque foi a primeira atividade que fiz quando comecei a viver em Timor-Leste, em 1999. Na altura, foi um esforço muito grande para angariar fundos, procurar pessoas para trabalhar, principalmente recursos humanos porque na altura não tínhamos ninguém com formação em gestão na área de bibliotecas”, afirmou.

Além da viatura em que seguia quando foi vítima de um atentado em 11 de fevereiro de 2008 por uma fação dissidente das forças de defesa timorense, dia em que também o antigo Presidente timorenses Ramos-Horta foi baleado, os visitantes podem igualmente conhecer o veículo que Xanana Gusmão utilizou enquanto chefe de Estado do país, entre 2002 e 2007.

Em exposição estão também pinturas inéditas que o atual primeiro-ministro fez da mulher a partir de fotografias de Kristy Gusmão a ver quadros por ele pintados.

O Centro Cultural acolhe ainda uma série de objetos oferecidos a Xanana Gusmão durante viagens oficiais que realizou a outros país.

Kristy Gusmão espera agora que a “relação muito próxima” com a Comissão Nacional da UNESCO sirva para incentivar e motivar o público timorense a envolver-se mais nas iniciativas criativas.

Estiveram presentes na cerimónia vários membros do Governo e do corpo diplomático e o primeiro-ministro timorense, Xanana Gusmão, que afirmou que o objetivo do centro é “motivar o hábito da leitura, aumentos os conhecimentos e a aprendizagem”.

“Este é um lugar para todos aprenderem”, disse Xanana Gusmão, que terminou a tarde a ler uma história a um grupo de crianças presentes no evento.

MSE // ZO – Lusa/Fim

Fotos LUSA:

– O primeiro ministro de Timor Leste, Xanana Gusmão lê uma história infantil a um grupo de crianças durante a inauguração do Centro Cultural Xanana Gusmão. 8 dezembro 2013, em Dili, Timor Leste. ANTONIO AMARAL/LUSA.

– O primeiro ministro de Timor Leste, Xanana Gusmão durante a inauguração, do Centro Cultural Xanana Gusmão. 8 dezembro 2013, em Dili, Timor Leste. ANTONIO AMARAL/LUSA

– O Primeiro Ministro de Timor-Leste Xanana Gusmao em campanha eleitoral. 07 de julho de de 2012.EPA/ANTONIO DASIPARU.

close
Subscreva as nossas informações
Partilhar