9 March 2021

Homenagem ao compositor cabo-verdiano Manuel d’Novas

Mindelo, Cabo Verde, 14 out (Lusa) – O Centro Cultural Português (CCP) do Mindelo, na ilha cabo-verdiana de São Vicente, vai homenagear no dia 23 deste mês a título póstumo Manuel d’Novas, um dos compositores da música cabo-verdiana com maior reconhecimento internacional.

A homenagem, no âmbito das comemorações do Dia Nacional da Cultura cabo-verdiana, que se assinala oficialmente a 18 de outubro, vai reunir músicos de várias gerações para ressaltar o legado que deu à cultura do país, com mais de centena e meia de composições.

O evento, que acontecerá na biblioteca do CCP, será animado com uma palestra sobre a vida e obra do Manuel d’Novas, apresentado pelo investigador Moacyr Rodrigues, e exibição do documentário “Manuel d’Novas – Coração de Poeta”, realizado pelo seu filho Neu Lopes.

A homenagem será coroada com a entrega aos filhos de uma escultura de Fernando Morais, alusiva ao Dia Nacional da Cultura Cabo-verdiana.

O CCP vai ainda realizar várias atividades sobre a vida e obra de Manuel d’Novas, como exposições, palestra, tocatina, debates.

Manuel d’Novas é considerado o maior compositor cabo-verdiano de todos os tempos, tendo as suas mornas e coladeiras sido interpretadas também por grandes nomes da música do arquipélago, como Bana, Ildo Lobo, Cesária Évora, entre muitos outros.

“A música de Manuel d’Novas tende, sem sombra de dúvidas, a ficar imortalizada nas mais importantes vozes das ilhas e nas nossas mentes, por terem conteúdos que não perderão jamais atualidade”, lê-se numa nota do CCP.

O centro pretende, a partir de agora, homenagear todos os anos figuras da cultura cabo-verdiana, mas o diretor João Branco disse ao jornal A Semana que não serão apenas a título póstumo e que no próximo ano será o escritor e romancista Germano Almeida.

Manuel d’Novas foi homenageado pela Câmara Municipal de São Vicente no Festival da Baía das Gatas, em 2003, e pela Presidência da República a 5 de julho de 1997, por altura das comemorações dos 22 anos da independência do país.

De nome próprio Manuel de Jesus Lopes, nasceu a 24 de dezembro de 1938 em Penha de França, concelho de Ribeira Grande, ilha de Santo Antão.

Licenciado em Ciências da Comunicação, Manuel d’Novas destacou-se na área do audiovisual, mas também no teatro e na música.

Morreu em São Vicente, ilha onde vivia, a 27 de setembro de 2009.

RYPE // VM – Lusa/Fim

Manuel d'Novas

Também poderá gostar

Um comentário
  • Homenagem ao compositor cabo-verdiano Manuel d’Novas | AICL
    21 Outubro 2015 at 7:36 -

    […] Fonte: Homenagem ao compositor cabo-verdiano Manuel d’Novas […]