25 February 2021
O filme "Cativeiro", do realizador português André Gil Mata, venceu na sexta-feira o Prémio Novo Olhar para Melhor Filme na mostra Novos Olhares, do Festival de Cinema de Curitiba, no Brasil, divulgou a organização.

“Cativeiro”, do realizador português André Gil Mata, premiado em Curitiba

O filme foi exibido no passado dia 08, no Brasil, no âmbito da secção paralela Novos Olhares, da segunda edição do Olhar de Cinema – Festival Internacional de Curitiba, mostra dedicada à produção independente, que abriu a 06 de junho e encerrou na sexta-feira.

“Cativeiro”, primeira longa-metragem de André Gil Mata, também foi distinguido no Festival de Cannes, no passado mês de maio, com o prémio Doc Alliance 2013.

No ano passado, “Cativeiro” recebeu o prémio para a melhor longa-metragem dos Países de Língua Portuguesa do festival Doclisboa.

Rodado em São João da Madeira, “Cativeiro” centra-se no universo da avó do realizador, uma mulher de 91 anos, que viveu sempre na mesma casa, desde que nasceu. O filme procura assimilar “a relação desta mulher com este lugar”, como se lê na apresentação da obra.

“A Batalha de Tabatô”, de João Viana, fez igualmente parte da secção Novos Olhares da segunda edição do Festival de Curitiba.

O documentário “Terra de Ninguém”, de Salomé Lamas, também premiado no DocLisboa 2012, e “Um Fim do Mundo”, de Pedro Pinho, foram exibidos na secção Outros Olhares.

Na secção Competitiva Internacional de Curta-Metragem, foi apresentada a produção “Xico + Xana”, de Francisco Morgado.

“Cama de Gato”, de Filipa Reis e João Miller Guerra, está entre os finalistas da competição internacional de longa-metragem.

 

MAG // ROC – Lusa/Fim

Foto: Extraída do blogue Split Screen

Também poderá gostar

Sem comentários