De acordo com informação disponibilizada pelo Clube Naval de Cascais, entidade organizadora do Cascais Vela, a proposta surgiu da Associação Mares Navegados, que dá nome também a esta regata, com o objetivo de dar aos participantes a “oportunidade de fazer uma representação” das viagens que os portugueses “navegantes” fizeram.

A regata, agendada para sábado às 12:00, será composta por um percurso na Baía de Cascais, por entre boias que simbolizam os vários locais por onde os portugueses passaram e deixaram a sua marca, nomeadamente: Lisboa/Cascais, Mindelo, Rio de Janeiro, Cabo da Boa Esperança, Díli, Maputo, Luanda, São Tomé, Bissau e novamente Lisboa/Cascais.

Assim, além da agenda de competição habitual do Cascais Vela, a iniciativa conta este ano com uma prova para promover o estreitamento dos laços entre os oito países que integram a CPLP – Portugal, Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste.

O Cascais Vela 2013 conta com a participação de barcos de classes ORC, ANC, handicap CNC, Clássicos, Dragão e SB20, que disputam os troféus referentes a cada categoria no campo de regatas da Marina de Cascais.

 

MYDM // MP – Lusa/fim

 


Fotos:

– O velejador português Gustavo Lima durante o Medal Race da classe Laser no Campeonato do Mundo de Vela 2007, 10 Julho 2007, em Cascais. MARIO CRUZ/LUSA

– CASCAIS-2003-11-26: Vela, embarcacao de competicao. FOTO INACIO ROSA/LUSA

close
Subscreva as nossas informações
Partilhar