Em entrevista à Lusa, o ex-ministro lamentou “o total desinteresse do Governo português” pela UNESCO e afirmou que “não há nenhuma estratégia para a língua portuguesa. Há apenas iniciativas descosidas e sem projeção”.

Para Manuel Maria Carrilho, “aqui mesmo em França se vê a falta de dinamismo da língua. Com quase um milhão de portugueses e luso-descendentes, temos 32 mil alunos. É um número ridículo”.

“Há dois milhões de alunos a estudar espanhol em França, com muito menos emigrantes e descendentes.

 

Há 800 mil que estudam alemão, 225 mil que estudam italiano. 32 mil é um número que devia fazer corar de vergonha os responsáveis do ministério dos Negócios Estrangeiros” português, sublinha o embaixador junto da UNESCO.

“A falta de uma estratégia para a língua portuguesa nota-se noutros domínios também. Quer no domínio da política cultural externa como interna, nunca tivemos (uma política) tão incapaz e tão incompetente desde o 25 de abril como temos hoje”, acrescentou.

 

FONTE: SIC

Imagem

Partilhar