“Num momento de sofrimento como o que o meu povo está a viver, e a minha pátria está a viver, a alegria que possa dar às pessoas, apesar da simplicidade que as coisas têm – isto não lhes mata a fome, nem lhes arranja emprego -, mas que possa dar-lhes uma alegria, já fico muito contente”.

O artista, com uma carreira de 51 anos, recordou, a este propósito, uma quadra que cantou, de autoria de um amigo, cujo nome não lhe ocorreu, mas que, quando a escreveu, vivia no Burkina Faso: “Alvorando a minha voz/Cujo coração pediu/Queria que o fado aquecesse/O meu povo que tem frio”.

O criador de “Os Putos” vai receber um “Lifetime Achivement Grammy”, da Latin Academy of Recording Arts and Sciences (LARAS), que distingue carreiras de referência no panorama musical internacional, no universo latino, sendo o primeiro artista português a receber o prémio de carreira (a soprano Elisabete Matos foi distinguida no segmento da música clássica, nos primeiros Grammy Latinos, em 2000).

O galardão é entregue no próximo dia 20, no MGM Grand Garden Arena em Las Vegas, no Estado norte-americano do Nevada, numa cerimónia que será transmitida em direto, por rádio e televisão, para vários países, e pode ser acompanhada via Internet.

“O ‘Board of Trustees’ da Latin Academy of Recording Arts and Sciences decidiu, por unanimidade, atribuir a Carlos do Carmo o “’Lifetime Achievement Award’, galardão que distingue a obra das grandes referências do panorama musical internacional”, indicou a produtora do fadista, em comunicado, quando a atribuição foi divulgada.

Carlos do Carmo, de 74 anos, tem sido distinguido ao longo da carreira com vários galardões, entre os quais o Prémio Goya da Academia de Artes Cinematográficas de Espanha, pela interpretação de “Fado da Saudade” (de Fernando Pinto do Amaral/Fado menor em versículo), no filme “Fados”, de Carlos Saura.

Fonte: O Povo online


Fotos:

– O fadista, Carlos do Carmo discursa durante a receção em sua homenagem promovida pela Câmara Municipal de Lisboa, nos Paços do Concelho, em Lisboa, 04 de julho de 2014. Carlos do Carmo, a celebrar 50 anos de carreira, vai receber um “Lifetime Achivement Grammy”, que distingue carreiras de referência no panorama internacional, sendo o primeiro artista português a recebê-lo. MIGUEL A. LOPES/LUSA

– Carlos do Carmo em concerto do Coliseu de Lisboa para a apresentação ao vivo do novo disco “Fado é Amor”, após comemorar 50 anos de carreira, Lisboa, 5 de abril de 2014. PEDRO NUNES/LUSA

close
Subscreva as nossas informações
Partilhar