O objetivo é incentivar o uso da língua portuguesa, de acordo com os responsáveis da seleção, citados hoje no jornal A Bola.

«Uma das razões que levam a que o português não seja tão conhecido internacionalmente é o facto de sermos tão educados com os estrangeiros e falarmos com eles outras línguas», disse o porta-voz Gerson de Matos ao jornal.

«Somos mais de 200 milhões de falantes de português no mundo. Se fizermos questão de falar português, talvez mais pessoas encarem a nossa língua de outra forma», acrescentou ainda Gerson de Matos.

Cabo Verde passou pela primeira vez na história aos quartos-de-final da Taça das Nações Africanas (CAN).

A decisão de Cabo Verde já motivou uma notícia da agência internacional Reuters, com o título: «Cape Verde players speak up for Portuguese language».

 

Fonte: TSF

Partilhar