1 March 2021
Um representante do Governo brasileiro disse hoje, em São Tomé e Príncipe, que o Brasil tem um projeto para promover a língua portuguesa no mundo, através da construção de centros culturais e de formação profissional nos países subdesenvolvidos.

Brasil quer promover português com centros culturais

O subsecretário-geral para África e Médio Oriente do Ministério das Relações Exteriores brasileiro, Paulo Cordeiro Pinto, explicou que “o objetivo é promover a língua portuguesa” e compartilhar com os seus parceiros as experiências que fizeram do Brasil um país em vias de desenvolvimento, que conseguiu deixar de ser apenas uma nação agrícola e que se industrializou.

Paulo Cordeiro Pinto falava numa conferência de imprensa sexta-feira à noite, depois de durante a tarde ter sido recebido pelo primeiro-ministro são-tomense, Gabriel Costa, e ter participado na inauguração do novo centro de formação profissional desenvolvido em cooperação entre o Brasil e São Tomé e Príncipe.

Avaliado em cerca de cinco milhões de dólares norte-americanos (cerca de 3, 7 milhões euros), o Centro de Formação Profissional Brasil/São Tomé e Príncipe é composto, entre outras valências, por salas de formação, de reuniões, de recreação e por laboratórios de investigação devidamente equipados, e tem uma capacidade para formação de mil alunos por ano.

Na inauguração da infraestrtura, o Presidente são-tomense, Manuel Pinto da Costa, considerou o investimento brasileiro no sector da Educação em São Tomé como uma “aposto no presente para colher no futuro”, uma prioridade num país que “quer conquistar o desenvolvimento e vencer a pobreza”.

“O investimento em recursos humanos, na sua qualificação e formação é e será sempre uma aposta no presente para ganhar o futuro”, disse o chefe de Estado são-tomense.

Pinto da Costa considerou que a formação profissional no país ainda é “largamente deficitária”, pelo que a entrada em funcionamento deste novo centro de formação permite “alargar a oferta educativa”.

O Presidente elogiou a cooperação bilateral com o Brasil, que considerou “um excelente exemplo das potencialidades de cooperação entre os dois países irmãos”, sublinhando que a inauguração deste centro de formação é a demonstração do “que é possível alcançar através dessa cooperação”.

 

MYB // ARA – Lusa/Fim


Foto: LUSA:

– Cristo Redentor e monte “Pão de Açucar”  vistos da Praia de Copacabana, durante a visita do Papa Francisco ao Brasil. 28 de julho de 2013. EPA/FERNANDO BIZERRA JR.

– 191º aniversário do Dia da Independência do Brasil, Brasília, Brasil, 07 de setembro de 2013. EPA/FERNANDO BIZERRA JR.

Também poderá gostar

Sem comentários