O bahasa indonésio foi durante 24 anos a língua oficial no território. Hoje em dia, são duas as linguas oficiais, o português e o tétum. Devido a esse vácuo, existe uma “vontade reprimida” dos timorenses em aprender o idioma, afirma o embaixador brasileiro em Díli, Edson Monteiro. 

Durante a feira do livro realizada em 2010, todos os exemplares em português foram vendidos na primeira manhã do evento. A partir daí, a embaixada contactou editoras brasileiras para parcerias. Uma delas doou 80 mil títulos em português. Em março, cerca de 70 timorenses virão ao Brasil para aprender português. 

Pela TV, o Brasil também dá uma ajuda: programas como “A Grande Família” e “A Diarista” já foram veiculados na RTTL (Rede de Televisão do Timor-Leste). “Os timorenses se identificam-se com o cenário e as histórias brasileiras, em particular as que vêm do ambiente rural. O filme ‘Dois Filhos de Francisco’ foi um sucesso em Timor-Leste”, afirma o embaixador brasileiro.

FONTE: SAPO TL com Jornal Agora

close
Subscreva as nossas informações
Partilhar