Brasília – A Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional do Senado aprovou a indicação de José Roberto de Almeida Pinto para o cargo de representante permanente do Brasil na Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), em Lisboa.

O secretariado-executivo da organização, de que fazem parte Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor Leste, tem a sua sede em Lisboa.

A CPLP foi fundada em 1996 na sequência de um projeto político e diplomático lançado pelo político brasileiro José Aparecido de Oliveira, já falecido, que contou, na altura, com o apoio do ex-presidente de Portugal Mário Soares.

José Almeida Pinto, de 60 anos, está há quarto décadas no Ministério das Relações Exteriores (Itamaraty). O diplomata foi chefe da Divisão Especial de Avaliação Política da Secretaria-Geral de Política Exterior, em 1990, e coordenou e chefiou o gabinete do órgão em 1995.

Almeida Pinto também prestou serviço na Embaixada em Roma, como conselheiro, e representou o Brasil na Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO), em 1998. Ler o artigo completo.

close
Subscreva as nossas informações
Partilhar