25 February 2021
Intervenção de Roberto Moreno: A Língua Portuguesa, uma Geolíngua. A Língua Portuguesa é a única língua do mundo que é bilingue

Audiência Parlamentar da Comissão de Educação, Ciência e Cultura

O Dr. Roberto Moreno, em Audiência Parlamentar da Comissão de Educação, Ciência e Cultura, propõe uma grande iniciativa de promoção da Língua Portuguesa durante o Campeonato do Mundo de 2014: cantar uma ópera em Português no Estádio Maracanã.

Ouça em: Links associados à audiência – Gravação áudio

No dia 27 de junho de 2014 a Língua Portuguesa faz 8 séculos (ver justificação: 27 de Junho 1214 – Testamento de D. Afonso II.)

Ouça também a intervenção no Fórum Comunidades da RDP Internacional:

O convidado da jornalista Paula Machado é Roberto Moreno, professor universitário e pai da Fundação Geolíngua.

Leia ainda a palestra na Academia das Ciências de Lisboa:

Uma geo-palestra com 8 séculos de história sobre o galaico-português, origem da línguaportuguesa e que, no actual contexto geopolítico e sociocultural é a língua com maiorescondições de promover o bilinguismo, a nível mundial, naturalmente e sem pressões politicas efinanceiras, pois, a sua força está alicerçada no elemento descodificador, em maior grau, dalíngua espanhola, com destaque à sua vertente galega, dando origem, em 1214, à “línguaportuguesa”.Neste diálogo, em geolíngua, visa-se ilustrar como promover a “língua portuguesa” via umaaliança com o espanhol, através de um novo “Tratado de Tordesilhas II”, viabilizado atravésdo projecto – Endoeconomia – um novo conceito de economia solidária, na prática e noterreno, a partir de Portugal e, daí, para os 30 países da Iberofonia, com a clara intenção depromover o bilinguismo de uma forma natural e geo-autosustentável.

Roberto Moreno

Investigador do conceito de “Escola do Futuro”, desde 1974, fundador da Fundação Geolíngua e da GEOpress – órgão de comunicação, ímpar, no jornalismo que se pratica actualmente, a nível mundial. – Moreno, tem-se dedicado, desde 1-1-1992, a investigar, com todo o rigor cientifico, académico e, principalmente na prática e no terreno, quais os critérios mais relevantes para se promover uma língua como potencialmente universal.

LER:

Também poderá gostar

Sem comentários