“Todos sabem que as relações entre o povo, Estados e governos são as melhores possíveis. Acho que já é tempo de a sociedade civil se organizar e apresentar propostas claras ao nível educativo, social e económico”, afirmou à agência Lusa Mari Alkatiri.

Segundo o ex-primeiro-ministro, a Associação de Amizade Timor-Leste/Portugal vai ser transversal e representa a vontade do povo timorense de reforçar as relações com o povo português.

A associação é apresentada oficialmente no dia 29 durante a visita a Timor-Leste do secretário de Estado dos Negócios Estrangeiros de Portugal, Luís Campos Ferreira, que chega ao país no dia 26.

Além de Mari Alkatiri e Xanana Gusmão, são membros fundadores da associação vários elementos da comunidade portuguesa e timorense em Díli, bem como representantes de empresas dos dois países.

“O objetivo é ajudar a dar um sentido/corpo à comunidade portuguesa, criando um fórum de diálogo entre si, mas, sobretudo, criar uma plataforma que reforce a relação entre essa comunidade e as instâncias do Estado e da comunidade civil timorense”, afirmou o empresário português Nuno Manalvo, também fundador da associação.

MSE // VM – Lusa/Fim

Foto.  Xanana Gusmao e Mari Alkatiri. 18/04/2002. FOTO PAULO NOVAIS/LUSA

close
Subscreva as nossas informações
Partilhar