4 March 2021
A Universidade de Macau iniciou hoje o vigésimo quinto curso de verão de língua e cultura portuguesas com 342 alunos da região asiática, de países como a China ou Indonésia, que reforçou o número de inscritos.

Arrancou 25º curso de verão de língua e cultura portuguesas

Macau, China, 04 jul (Lusa) — “Há anos que não tínhamos um curso tão numeroso”, disse Maria Antónia Espadinha, diretora do Departamento de Português da Universidade de Macau, na abertura do curso.

Dos 342 inscritos, entre um total de 540 candidatos, cerca de dois terços são alunos de Macau, e os restantes oriundos “das várias latitudes da Ásia”, como da Coreia do Sul, Vietname, Tailândia, Malásia ou Hong Kong, sendo que a maior delegação vem do continente chinês, com 120 alunos e com 12 das 20 universidades chinesas que atualmente oferecem licenciaturas de português representadas, o dobro em relação a 2010.

Do curso de verão de língua portuguesa, a decorrer até 29 de julho, Maria Antónia Espadinha destacou também o contingente de estudantes da Indonésia, de onde foram aceites dez dos 22 candidatos, ao justificar a adesão com o facto de vários alunos de Timor — país onde o português é língua oficial –, estarem a estudar na Indonésia, e deste país querer “cada vez mais, “estabelecer relações comerciais e culturais com Portugal”.

O curso atrai as atenções dos países mais próximos de Macau e não só, acrescentou.

“Já tivemos alunos de Inglaterra, e mesmo de outros pontos do globo onde não há ensino de português, como é o caso da Mongólia, onde só se ensina espanhol”, explicou, ao acrescentar que até 1999/2000 a Universidade de Macau recebia anualmente “dez professores de português de Goa”.

 

FONTE: Notícias Sapo

Também poderá gostar

Sem comentários