8 March 2021
Foto da Sessão de Abertura da II Conferência Internacional sobre o Futuro da Língua Portuguesa no Sistema Mundial, que decorreu no Salão Nobre da Reitoria da Universidade de Lisboa entre 29 e 31 de outubro de 2013.

Aprovado Plano de Ação sobre a Língua Portuguesa no Sistema Mundial

Os ministros dos Negócios Estrangeiros e das Relações Exteriores dos Estados membros da CPLP encaram o futuro da Língua Portuguesa no sistema mundial com realismo e, também, com ambição. O idioma comum é uma das grandes línguas de comunicação internacional e a língua materna de milhões de pessoas em todo o mundo.
A promoção e a defesa da língua portuguesa, multinacional e partilhada por cidadãos de diferentes países, constituem um dos três objetivos gerais estabelecidos nos Estatutos da CPLP. Neste sentido, a resolução ministerial aprova o Plano de Ação de Lisboa para prosseguir e promover novas iniciativas, de âmbito nacional e multilateral, para reforçar a influência e a posição da Língua Portuguesa no sistema mundial, dando ênfase à sua relação com a ciência, inovação e economia criativa, além aprofundar outros temas anteriormente tratados pela Conferência de Brasília, de 2010.
Por iniciativa de Portugal, a II Conferência Internacional sobre o Futuro da Língua Portuguesa no Sistema Mundial realizou-se entre 29 e 31 de outubro de 2013, em Lisboa, contando com a participação de investigadores e docentes de todos os Estados membros CPLP e de outros países. As conclusões desta Conferência resultam no Plano de Ação de Lisboa, o qual, em conjunto com o Plano de Ação de Brasília, adotado em 2010, na I Conferência Internacional, define estratégias globais para a promoção e a difusão da língua portuguesa.
A III Conferência Internacional sobre a Língua Portuguesa no Sistema Mundial deverá realizar-se num prazo de três anos.
LER:
Resolução sobre o Plano de Ação de Lisboa

Fotos:

– O Secretário Executivo da CPLP, Murade Isaac Murargy discursa na 2.ª Conferência sobre o Futuro da Língua Portuguesa no Sistema Mundial.

– O ministro de Estado e dos Negócios Estrangeiros, Rui Machete (C), o Secretário Executivo da CPLP, Murade Isaac Murargy (E), o reitor da Universidade de Lisboa, António Manuel da Cruz Serra (D) e a Presidente do Camões-Instituto da Cooperação e da Língua, Ana Paula Laborinho (Atrás), à chegada à Aula Magna da Reitoria da Universidade de Lisboa para a sessão de abertura da 2.ª Conferência sobre o Futuro da Língua Portuguesa no Sistema Mundial. 29 de outubro de 2013. JOÃO RELVAS / LUSA

Também poderá gostar

Sem comentários