Luanda – A Faculdade de Letras da Universidade Agostinho Neto realizou no dia 13 de fevereiro, no auditório da respectiva instituição, em Luanda, a sessão de defesa pública de dissertação do primeiro curso de mestrado em língua portuguesa e literatura em língua portuguesa.

No total de dez candidatos, a Faculdade de Letras afecta a Universidade Agostinho Neto (UEA) iniciou o processo de defesa pública de dissertação do primeiro curso de mestrado nesta área.

Coube para o efeito, ao candidato Jordão Buaza Caculo, agora mestre em língua portuguesa e literatura em língua portuguesa, defender o tema “dinâmicas dos marcadores discursivos nos médias Luandense”. Obteve 17 valores do grupo de jurado.

O candidato André Zua Bulo defendeu a tese “uso dos pronomes e a colocação de clítico pronominais do português em Luanda, uma análise variacionista” e obteve 15 valores.

No período da tarde aconteceu a defesa dos candidatos José Tchikwamanga e Bernardo Sipiali Sacanane, que defenderem as teses “Tendência sintácticas do português de Angola“ e “Análise e funcionamento dos Angolarismo no Léxico“, respectivamente.

As dissertações vão continuar na próxima semana, com outros candidatos e temas.

O corpo de jurado é formado por Petelo Ne-tava, presidente, as docentes Amélia Mingas e Maria Teresa Lino, na qualidade de arguentes.

Assistiram ao acto, o decano da Faculdade de Letras, Alexandre Chicuna, estudantes e familiares dos mestres

Fonte: ANGOP

Partilhar