1 March 2021
Dissertação para obtenção do grau de Mestre em Ensino do Português como L2 e LE

Análise dos manuais de língua portuguesa utilizados no ensino primário em Timor-Leste

A língua portuguesa, introduzida pelos missionários em Timor a partir dos meados do século XVI, foi a única língua oficial, de escolarização e de administração no território até 1975.

Quando a Indonésia invadiu e ocupou o território, em Dezembro do mesmo ano, foi substituído pelo malaio indonésio (bahasa indonésia) até à realização do Referendo, em Agosto de 1999.

Tendo sido proibido o seu ensino, o Português passou a ser uma língua desconhecida, usada apenas pela Igreja Católica e na clandestinidade.

Era, como tal, desconhecida dos mais jovens, que tiveram uma escolarização em malaio indonésio.

Desde que se viu livre da ocupação indonésia, Timor-Leste, o novo país lusófono do 3º milénio, decidiu concretizar o sonho vivido ao longo das duas décadas de ocupação, o de implementar o ensino do Português.

A decisão foi unânime no 1º Congresso do CNRT em Agosto de 2000, na escolha do Português como língua oficial a par do Tétum.

 

Autora: Fonseca, Sabina

 

FONTE: Repositório Universidade Nova

Também poderá gostar

Sem comentários