26 February 2021

Academia de Letras do Brasil/Seccional de Cabo Verde

A posse solene da Academia de Letras do Brasil/Seccional de Cabo Verde terá lugar no dia 10 de junho, Dia de Camões.

O evento é coordenado pela Seccional de Bragança (PA) da Academia de Letras do Brasil, da qual o Prof. João Jorge Reis, associado do OLP-Observatório da Língua Portuguesa, é membro efetivo e perpétuo, ocupando a Cadeira nº 06.

A este propósito transcrevemos parte da notícia de RFI:

A Academia de Letras do Brasil, passa a ter uma secção Cabo Verde, com representação, na capital caboverdiana, mas aberta a membros de todas as áreas da literatura, pedagogia, ciências e cultura, duma maneira geral, de todas as ilhas do país.

Esta decisão partiu de um convite do Presidente estadual da Academia das Letras do Brasil, do município de Bragança, estado de Pará, a 11 de dezembro último, ao jornalista Carlos Sá Nogueira Borges, para ser Presidente interino da seccional Cabo Verde, da dita instituição lieterária brasileira.

Carlos Sá Nogueira Borges, que é eleito deputado municipal de S. Lourenço dos Ôrgãos, em Santiago, e igualmente, Assessor de comunicação da vereação da Cultura, Desporto e Juventude da Câmara Municipal da Praia, recebeu o convite, por ocasião, da sua participação no júri do Festival internacional de cinema da cidade de Bragança, no Brasil.

Em entrevista à RFI, Carlos Sá Nogueira Borges, afirma que “foi durante esse Festival, que surgiu o convite da Academia de Letras do Brasil, Secção de Bragança para representar aAcademia de Letras do Brasil, em Cabo Verde, enquanto, Presidente “Pro tempore”, que significa presidência interina, ou seja, a minha missão, neste momento, visa preparar a posse dos futuros académicos, que farão parte, da Academia de Letras do Brasil Seccional Cabo Verde”. Ler o artigo completo

Também poderá gostar

Sem comentários