25 February 2021

Abre único restaurante português de São Francisco, na Califórnia

São Francisco, Estados Unidos, 13 jan (Lusa) – O restaurante “Uma Casa”, do ‘chef’ Telmo Faria, abriu portas este mês e tornou-se o único restaurante português na cidade de São Francisco, na Califórnia.

“Estamos agora no nosso segundo fim de semana e a resposta tem sido muito boa. A comunidade portuguesa tem-nos apoiado em força, o que é muito positivo, e temos tido muito interesse por parte de todas as pessoas da cidade”, disse Faria à Lusa.

O espaço, de 75 lugares, fica no bairro de Noe Valley e inclui elementos portugueses, como azulejos, mas numa abordagem moderna.

“Não queria que fosse uma visão Disneylândia do que é Portugal”, explica.

O menu está dividido em três partes: petiscos (como rissóis de camarão ou carapaus fritos), pratos pequenos (onde se encontra o arroz de pato ou codorniz de vinha de alhos) e pratos grandes (alcatra ou bacalhau à Gomes de Sá, por exemplo).

Todos os vinhos da carta são portugueses.

Telmo disse que nunca se falou tanto de Portugal nos Estados Unidos como neste momento e que espera aproveitar essa onda de entusiasmo.

“Tenho este sonho há 15 anos, mas para mim é a altura perfeita para abrir este restaurante. Portugal tem tido muita presença na imprensa, devido ao seu turismo, e os seus vinhos nunca foram tanto conhecidos. Tudo isto gera muita curiosidade em relação ao restaurante”, diz o cozinheiro.

O ‘chefe’, de 35 anos, nasceu em São José, na Califórnia, filho de imigrantes açorianos das ilhas de São Jorge e Faial, mas regressou às ilhas com os pais ainda bebé.

Voltou aos Estados Unidos com 12 anos, mas trouxe consigo as memórias do restaurante do pai na ilha do Faial, o “Adega Santa”.

“Lembro-me da noite de abertura, da casa cheia, do movimento, do ambiente de festa. Ficou comigo para sempre”, disse.

Depois de se licenciar na Escola Culinária de São Francisco, foi trabalhar num dos restaurantes portugueses mais importantes dos Estados Unidos, o La Salette, de Manuel Azevedo, em Sonoma.

Depois de passar em outros espaços, como o “Montrio Bistro”, em Monterey, e o “Tropisueño”, em São Francisco, abriu, no ano de 2010, com um sócio, o espaço “Tacolicious”.

O conceito revelou-se um sucesso e existem hoje quatro espaços “Tacolicious” na Califórnia. Mas, em 2015, Telmo deixou o cargo de ‘chef’ executivo e ficou apenas como consultor.

“Estava a trabalhar 75 horas por semana e isso não me deixava tempo para mais nada. Já sabia como gerir uma cozinha, abrir um negócio e como o manter. Achei que estava na hora de avançar com o meu sonho”, disse.

Esse sonho era um restaurante português, o projeto que o acompanhava desde que entrara na escola de culinária.

Segundo as suas pesquisas, apesar da grande comunidade portuguesa na Califórnia, São Francisco só acolheu um restaurante português nos anos 1980, chamado Caravela, e que durou pouco tempo.

Nos últimos dois anos, Faria fez dezenas de eventos ‘pop-up’, testando menus em restaurantes de amigos e espaços alugados, já com o nome “Uma Casa”, para testar a ideia.

“A receção foi ótima. Esgotei sempre. Apareciam muitos portugueses que trabalham em tecnologia, outros que não tinham contacto com cultura portuguesa, mas queriam descobrir a cultura dos avós. E também muitos americanos”, explicou na altura à Lusa.

Faria disse acreditar que a cidade de São Francisco, onde estão representadas quase todas as cozinhas do mundo e que acolhe uma população com grande interesse por cozinha, é o sítio ideal para esta sua aposta.

“Cozinhar é aquilo que mais gosto de fazer e abrir um restaurante é um privilégio, mas, para mim, tem ainda mais significado poder partilhar a minha herança com a cidade de São Francisco”, explicou Faria à Lusa.

AYS // EL – Lusa/Fim

Também poderá gostar

Sem comentários

ARTIGOS POPULARES