A Declaração Constitutiva da CPLP considera que

A Língua Portuguesa.

– Constitui, entre os respetivos Povos, um vínculohistórico e um património comum resultantes de umaconvivência multisecular que deve ser valorizada;

– É um meio privilegiado de difusão da criação cultural entre os Povos que falam o Português e de projeção internacional dos seus valores culturais, numa perspetiva aberta e universalista;

– É igualmente, no plano mundial, fundamento de uma atuação conjunta cada vez mais significativa e influente;

Tende a ser, pela sua expansão, um instrumento de comunicação e de trabalho nas organizações internacionais e permite a cada um dos Países, no contexto regional próprio, ser o intérprete de interesses e aspirações que a todos são comuns.

Ao estabelecer linhas enquadradoras de uma atuação conjunta no processo de efetiva mundialização daLíngua Portuguesa, o Plano de Ação de Brasília, e posteriormente o Plano de Ação de Lisboa, sublinharam a importância decisiva da participação daSociedade Civil na promoção, na difusão e na projeção do Português como língua global.

Nesse sentido, a presente conferência pretende concorrer para a sensibilização e mobilização de organizações da Sociedade Civil num desafio que interpela todos quantos no quotidiano se empenham na acrescida afirmação e valorização do nosso idioma comum.

Tal empenhamento é determinante para que a CPLP se assuma e afirme, quer no interior do seu espaço, quer no panorama internacional, como uma efetivaComunidade dos Povos de Língua Portuguesa.



Programa


close
Subscreva as nossas informações
Partilhar