Susana Sargento, investigadora do Instituto de Telecomunicações (IT) da Universidade de Aveiro (UA), venceu o Prémio Mulheres Inovadoras da União Europeia 2016. A portuguesa recebeu, em Março, 100 mil euros pelo seu projeto de “Internet em Movimento” que transforma carros em ‘hotspots’.
A terceira edição do prestigiado prémio da UE contava com nove finalistas mas foi Susana Sargento, co-fundadora da startup Veniam (que desenvolve tecnologia wireless para veículos) que conquistou o primeiro lugar e o prémio máximo de 100 mil euros.
(…)

Susana Sargento: Um percurso em movimento
Susana Sargento, docente no DETI e investigadora no IT, é responsável pelo grupo de investigação Arquiteturas e Protocolos de Redes. Doutorada em Engenharia Electrotécnica pela UA em 2003, Susana Sargento passou pela Universidade de Rice (EUA) em 2000 e 2001, foi docente no Departamento de Ciências de Computadores na Universidade do Porto, entre 2002 e 2004, e foi professora convidada na Universidade de Carnegie Mellon (EUA) em 2008 e 2009.
Em Março de 2012, a portuguesa co-fundou a empresa Veniam, uma start-up tecnológica portuguesa que, em 2014, conquistou um investimento de 4, 9 milhões de dólares (cerca de 3, 9 milhões de euros) por parte de um consórcio liderado pela empresa norte-americana de capital de risco True Ventures.
A Veniam tem neste momento 36 trabalhadores, e tem escritórios em Silicon Valley, Singapura e Portugal.
A co-liderança da primeira ‘internet em movimento’ de larga escala a nível mundial foi chave para o sucesso da Veniam, pois permite iniciar uma revolução no futuro das redes de comunicação. Ler o artigo completo.
close
Subscreva as nossas informações
Partilhar