O Português foi a língua usada pelos governantes da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) nas suas intervenções do debate geral da Assembleia Geral das Nações Unidas, que decorreu de 21 a 27 de setembro em Nova Iorque.

Para os ministros dos Negócios Estrangeiros dos “oito”, que se reuniram à margem da Assembleia Geral, trata-se de “consolidar o espaço” da língua portuguesa nas organizações internacionais, mas não ainda de avançar para um pedido do reconhecimento como língua oficial de trabalhos da organização internacional.

“Conseguimos todos usar o Português nas nossas intervenções”, destacou à Agência Lusa após o encontro o ministro angolano George Chicoty, cujo país preside atualmente à CPLP.

Nova Iorque, 23 set, Lusa (adaptado)

close
Subscreva as nossas informações
Partilhar