O grupo conquistou os prémios nas categorias de Melhor Produtor Musical (com o álbum “Celebra”), Melhor CaboZouk (“26 Horas”), Melhor Funaná (“Mágoa nha Rubera”), Melhor Álbum Eletrónico (“Celebra”) e Melhor Banda ao Vivo.

Grace Évora recebeu o prémio da Melhor Voz Masculina, enquanto Carmen Souza o de Melhor Voz Feminina. Entre os consagrados, Lura venceu na categoria de Melhor Artista em Palco e Nancy Vieira o de Melhor Coladera, numa gala que decorreu no Estádio da Várzea, na Cidade da Praia, e que se prolongou por cerca de três horas

Em representação dos Splash, Grace Évora, afirmou que os troféus conquistados e que fazem do seu grupo o grande vencedor desta Gala espelham a dura luta e dedicação da banda em trabalhar a música com todo o profissionalismo e muito esforço, ainda mais fora do país.

O prémio de Melhor Música do Ano foi, entretanto, atribuído à melodia “Mi só ki fica li”, do álbum “Kamin di Bedjo”, do músico e compositor da ilha do Fogo Michel Montrond, que também conquistou o troféu dedicado ao Artista Revelação.

Michael Montrond, que chorou de emoção ao receber o prémio da Melhor Música do Ano, lembrou a pobreza que diz ter passado para sobreviver na música.

Bau conquistou dois galardões, ao ser distinguido como Melhor Instrumentista e Melhor Álbum Acústico.

O “Prémio Carreira” homenageou Zéca de Nha Reinalda, que sucede a Cesária Évora (2011) e Bana (2012).

Sob o lema “Por Amor à Nossa Música”, a III Gala dos CVMA foi considerada pela organização como um grande sucesso. Para um dos rostos da organização, Soraia de Deus, os objetivos preconizados foram atingidos e até superaram as expectativas.

 

 

Lista dos 21 premiados:

– Melhor Funaná: “Mágua Nha Rubera” – Splash

– Melhor Batuk : Kola SanJon: “Mora Na Fora” – Tradison di Terra (“Nôs Bandera”)

– Melhor CaboZouk/CaboLove: “26 Horas” – Splash (“Celebra”)

– Melhor Morna: 6 On Na Tarrafal – Carmen Souza (“Kachupada”)

– Melhor Coladeira: “Maylen” – Nancy Vieira (“Nô Amá”)

– Melhor Rap / Hip Hop: “És É Pa Bó” – Batchart (“Wikileaks”)

– Melhor Reggae: “Li Kê Terra” (House) – Boss Ac (“Ac Para Os Amigos”)

– Melhor Música do Ano: “Mi só ki fica li” – Michel Montrond (“Kamin di bedju”)

– Melhor Voz Masculina: Grace Évora (“Celebra”)

– Melhor Voz Feminina: Carmen Souza (“Kachupada”)

– Melhor Artista Revelação: Michel Montrond – “Kamin Di Bedjú”

– Melhor Artista em Palco: Lura

– Melhor Banda ao Vivo: Splash

– Melhor Álbum Eletrónico: “Celebra” – Splash

– Melhor Álbum Acústico: “Plays Vasco Martins” – Bau

– Melhor Vídeo Clip: “Simple Girl” – Nelson Freitas

– Melhor Produtor Musical: Splash – “Celebra”

– Melhor Instrumentista: Bau (Violão, Cavaquinho, Violino) (“Bau Plays Vasco Martins)

– Melhor Compositor: Vasco Martins – “Tropical Violão”

– Melhor DJ: Dj Lefty (Estados Unidos) – (“Lights Out Djs”)

– Melhor Animador de Rádio: Adilson Ramos – Rádio de Cabo Verde (RCV)

 

JSD // VC

Lusa/Fim

close
Subscreva as nossas informações
Partilhar