4 March 2021

9.as JORNADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA 2017

Língua e Literacia(s) no Século XXI

Maputo, 4 e 5 de maio de 2017

  1. Introdução

Adquirir e desenvolver as competências de literacia exigidas atualmente pela sociedade, em geral, e pelas universidades, em particular, constitui um verdadeiro desafio comum a muitos países. Embora as razões que subjazem à complexidade desse desafio possam ser diversas, a realidade é que em muitos contextos académicos e profissionais se refere a dificuldade que os jovens revelam em desenvolver pensamentos complexos e em adquirir, ou pelo menos, comunicar e discutir, oralmente e por escrito, conhecimentos específicos de forma clara e e eficaz.

Se inicialmente, o conceito de literacia se referia ao “saber ler, escrever e contar”, atualmente, este conceito sofreu alterações e tem vindo a ser utilizado como a “Capacidade de fazer uso das competências de leitura e de escrita para produzir, compreender, interpretar e avaliar com espírito crítico informações escritas. É uma base para poder participar no mundo digital e para efetuar escolhas com conhecimento de causa em matéria de finanças, saúde(…)”, entre outras. (Conselho Europeu, 2012). Ou seja, a ausência destas competências pode vir a ter, atualmente e no futuro, um impacto negativo na inserção dos jovens no mercado de trabalho e, com isso, afetar o desenvolvimento das comunidades em que estes estão inseridos.

  1. Relevância do tema

Dada a relevância deste tema, pretende-se, com as 9.as Jornadas da Língua Portuguesa, apresentar, discutir e divulgar o conhecimento que se vem produzindo na área temática da língua portuguesa e do desenvolvimento da(s) literacia(s) ou em áreas que com estas se relacionam. Parece ser importante uma reflexão em torno dos contributos que a sociedade, de uma forma geral, e a academia, de forma particular, podem dar para que a futura geração venha a ser constituída não apenas por indivíduos letrados e formados academicamente, mas também por indivíduos solucionadores (Weil, 2014) dos inúmeros problemas com que as sociedades atuais se deparam. Para tal, é necessário que a leitura, a escrita, o trabalho colaborativo, a criatividade, o pensamento crítico, a (re)solução de problemas, a utilização das tecnologias de informação e comunicação, a pesquisa, a produção e comunicação de trabalhos científicos seja uma prática regular nas diferentes instituições de ensino, em contexto de sala de aula, no trabalho dos professores e no dos estudantes.

Neste sentido, estas 9as Jornadas da Língua Portuguesa, organizadas pela rede do Camões, Instituto da Cooperação e da Língua em Moçambique, em parceria com a Universidade Eduardo Mondlane e a Universidade Pedagógica, pretendem abrir um espaço de partilha e de divulgação de trabalhos de investigação, produzidos na área do ensino e da aprendizagem da língua portuguesa e do desenvolvimento da(s) literacia(s).

  1. Objetivos

Este encontro académico tem como objetivo geral desenvolver uma cultura de investigação em torno do ensino e da aprendizagem da língua portuguesa que desenvolva competências de literacia dos estudantes. Constituem objetivos específicos destas Jornadas: (i) promover a investigação sobre as áreas do ensino da língua e das literaturas em língua portuguesa; (ii) divulgar boas práticas de ensino da língua, da linguística e da literatura, com resultados concretos no desenvolvimento das competências de literacia dos estudantes; e (iii) apresentar trabalhos sobre a utilização das tecnologias aplicadas ao desenvolvimento das literacias em língua portuguesa. Assim, e de forma a acedermos aos percursos de construção de conhecimento, desenvolvidos ou em curso, nas áreas assinaladas, desafiam-se os professores, investigadores, gestores educacionais, especialistas e formadores que estudam a língua portuguesa ou que com ela trabalham a contribuírem para esta partilha.

  1. Eixos temáticos

De acordo com o tema geral das 9as Jornadas das Língua Portuguesa: Língua e Literacia(s) no Século XXI e os objetivos referidos anteriormente, a apresentação das comunicações e dos pósteres articulam-se em torno dos seguintes eixos:

Eixo 1 – Língua Portuguesa: Investigação e Ensino

O eixo 1 acolhe trabalhos de investigação na área da língua portuguesa, da linguística aplicada ao ensino da língua portuguesa e das metodologias de investigação em contexto educativo. Aceitam-se também trabalhos de pesquisa, resultado de experiências de ensino, concluídos ou em curso, que visem, de forma específica, desenvolver as competências de literacia em contexto académico.

Eixo 2 – Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC) e Desenvolvimento da(s) Literacia(s)

Este eixo pretende proporcionar a divulgação e discussão de trabalhos de investigação em torno do desenvolvimento das competências de literacia associadas à utilização das TIC, como mediadores pedagógicos ou ferramentas de ensino e de aprendizagem.

Eixo 3 – Formação de Professores de Português (L1, L2 e LE)

Pretende-se com o eixo 3 identificar os principais desafios e constrangimentos na formação de professores de português em contextos académicos em que esta língua é materna, segunda ou estrangeira. Aceitam-se trabalhos e projetos concluídos, ou em curso, sobre a formação de professores ao nível dos currículos, dos modelos de ensino e dos modos de atuação que possam contribuir para o desenvolvimento das competências de literacia.

Eixo 4 – Literaturas em Língua Portuguesa e Didática da Literatura

Neste 4º eixo pretende-se divulgar a produção científica sobre os estudos literários, nomeadamente, temas e autores das literaturas em língua portuguesa, mas também a relação que se estabelece entre estudos literários e o seu ensino. Por isso, incluem-se também neste eixo estudos relacionados com a teoria da recepção ao texto literário e com o papel da formação do leitor na comunicação literária.

  1. Metodologia

As 9as Jornadas da Língua Portuguesa serão organizadas em sessões plenárias e paralelas. As sessões plenárias têm como objetivo a apresentação de conferências e contam com a presença de todos os participantes. Nas sessões paralelas serão apresentadas as comunicações, podendo os participantes escolher livremente a qual querem assistir. Para além das conferências e das comunicações, haverá um espaço de exposição dos pósteres.

A língua das Jornadas é o Português.

  1. Submissão de resumos ou pósteres

As propostas para apresentação dos resumos das comunicações ou dos pósteres, deverão ser submetidos até 13 de fevereiro de 2017 para o seguinte endereço de correio electrónico jornadaslp2017@gmail.com. A comunicação da aceitação das propostas de resumos e dos pósteres será enviada até ao dia 13 de março de 2017.

6.1. Resumos

Os resumos devem apresentar, de forma clara e naturalmente sucinta, a área científica, os objetivos, a metodologia, os resultados (ainda que preliminares) e as conclusões e/ou recomendações. Deverá também ser submetido o respetivo resumo traduzido para inglês (abstract), seguido 3 a 5 palavras chave (keywords) também em inglês. Os resumos devem ainda ser formatados de acordo com as seguintes características:

  • formato Word (docx), em Português e Inglês (abstract);
  • letra Times New Roman, de tamanho 11, escrito a um espaço, num máximo de 250 palavras;
  • 3 a 5 palavras chave, a seguir ao resumo.

6.2. Pósteres

Os pósteres submetidos devem ser apresentados em formato pdf e serem visualmente atraentes. Podem conter imagens, gráficos e tabelas, desde que relacionados com o trabalho em apresentação. Recomenda-se que o póster siga a estrutura de um trabalho científico:

  • Título e autores
  • Contextualização/ Enquadramento teórico do estudo
  • Metodologia (métodos, técnicas e instrumentos de recolha e análise dos dados)
  • Resultados
  • Conclusões/ Recomendações
  • Referências bibliográficas9-jornada-de-lp-cartaz
  1. Comissão Científica

Carlos Gouveia

Universidade de Lisboa

Fernando Albuquerque Costa

Universidade de Lisboa – Instituto de Educação

Gregório Firmino

Universidade Eduardo Mondlane

Gilberto Matusse

Universidade Eduardo Mondlane

Perpétua Gonçalves

Universidade Eduardo Mondlane

Teresa Manjate

Universidade Eduardo Mondlane

Hildizina Dias

Universidade Pedagógica

Ana Catarina Monteiro

Camões Instituto da Cooperação e da Língua, Portugal e

Universidade Pedagógica, Nampula

Conceição Siopa

Camões Instituto da Cooperação e da Língua, Portugal e

Universidade Eduardo Mondlane

José António Marques

Camões Instituto da Cooperação e da Língua, Portugal e

Universidade Pedagógica, Maputo

Mónica Bastos

Camões Instituto da Cooperação e da Língua, Portugal e

Universidade Pedagógica, Beira

Joana Martins

Camões Instituto da Cooperação e da Língua, Portugal e

Universidade da Suazilândia

 

  1. Avaliação

A Comissão Científica das Jornadas irá avaliar os resumos e os pósteres submetidos até 13 de Março de 2017 e informará os proponentes sobre os resultados.

 

  1. Local e Datas Importantes

9.1. Local

Maputo, Moçambique

9.2. Datas Importantes

13/02/2017 Data limite de envio de propostas
13/03/2017 Comunicação das propostas aceites
04 e 05/05/2017 9.as Jornadas da Língua Portuguesa (Maputo)
30/09/2017 Envio do texto completo em formato de artigo, para posterior publicação
  1. Contacto

Email: jornadaslp2017@gmail.com

Também poderá gostar

Sem comentários