DANIEL GONÇALVES

Nasceu em Wetzikon, Suíça, em 1975. Viveu em Santo Tirso, Braga e Viana do Castelo. Atualmente, vive na ilha açoriana de Santa Maria, onde é professor de português do ensino básico e secundário, desde 1999. Publicou o primeiro livro de poesia em 2000, participou em diversas antologias e revistas literárias.
A sua obra foi reconhecida por diversas vezes, destacando-se o Prémio Revelação de Poesia da Associação Portuguesa de Escritores APE/IPLB 1997, o Prémio de Poesia Cesário Verde 2003, o Prémio Labjovem Jovens Criadores dos Açores 2009, o Prémio de Poesia Manuel Alegre IPL 2010, o Prémio Literário António Cabral e o Prémio Literário Cidade de Almada, ambos em 2013, e o Prémio de Poesia Manuel Maria Barbosa du Bocage, em 2014.

Obra:
1996 – Antologia de Poesia dos Alunos das Residências Universitárias da Universidade do Minho
1996 – Antologia de Novos Autores de Braga – Somos a Água que Corre, Não a que Passa
1997 – a respiração dos gestos
2003 – um lugar onde supor o silêncio
2004 – afectos das palavras
2004 – Isto é Poesia (antologia)
2006 – afectos 1 (antologia)
2007 – Dez anos de solidão
2009 – Rumores para a transparência do silêncio
2012 – A tua luz costurou-me uma bainha no coração
2013 – O amor é um instante que demora
2013 – Ensaio sobre o comprimento do silêncio
2014 – notas para a transmissão da vida – e alguns recados que não te pude dar
2014 – poesia reanimada
2015 – poemas vestidos


 

Partilhar