Por que razão alguns jornalistas insistem em dizer e escrever os talibã, em vez de os talibãs, conforme a regra geral de formação do plural (acrescentar um -s à forma do singular)?

Porventura, diriam os maia, os judeu, os nazi, os afegão?

A palavra talibã tem origem na forma persa taleb, pelo árabe talib, que significa estudante. O elemento -an é a desinência persa do plural.

Ora, quando uma língua importa uma palavra de outra língua e adapta a sua ortografia, essa palavra deixa de ser um estrangeirismo e passa a ser um empréstimo. Quer isto dizer que a formação do plural passa a seguir a regra da língua de acolhimento. Um bom exemplo: leader (do inglês) passou a ser líder, em português; o plural: líderes.

Talibã é a forma portuguesa do original taleb/ talib. O seu plural será, portanto, de acordo com as regras do português: juntar um -s ao singular – talibãs.

close
Subscreva as nossas informações
Partilhar