3 March 2021
Folião com máscara de madeira e roupa colorida durante o tradicional carnaval na Vila de Lazarim, Lamego, 9 de fevereiro de 2016. OCTÁVIO PASSOS/LUSA

O Entrudo mais genuíno de Portugal

A pequena vila de Lazarim, encostada à serra do Montemuro, passou a integrar o roteiro da cultura tradicional da região do Douro com a inauguração do Centro Interpretativo da Máscara Ibérica, um novo equipamento que nasce com a ambição de ser um polo de investigação e uma referência europeia no estudo e valorização do património cultural que é a temática da Máscara. Aberta ao público desde o último dia de janeiro, a nova infraestrutura é o primeiro espaço ligado ao ritual da máscara a surgir na Península Ibérica e por isso terá a responsabilidade de gerar novas dinâmicas culturais e educativas.

Veja mais

Foliões com máscara de madeira e roupa colorida durante o tradicional carnaval na Vila de Lazarim, Lamego, 9 de fevereiro de 2016. O entrudo de Lazarim é conhecido como o mais tradicional de Portugal. A tradição sai à rua com os protagonistas "Caretos", numa encenação carregada de simbolismo. Os artesãos sulcam na madeira de amieiro fisionomias de traças zoomórficas, na expectativa de que a sua máscara seja a mais original, sendo os responsáveis pelas personalidades dos "Caretos". OCTÁVIO PASSOS/LUSA

Foliões com máscara de madeira e roupa colorida durante o tradicional carnaval na Vila de Lazarim, Lamego, 9 de fevereiro de 2016. O entrudo de Lazarim é conhecido como o mais tradicional de Portugal. A tradição sai à rua com os protagonistas “Caretos”, numa encenação carregada de simbolismo. Os artesãos sulcam na madeira de amieiro fisionomias de traças zoomórficas, na expectativa de que a sua máscara seja a mais original, sendo os responsáveis pelas personalidades dos “Caretos”. OCTÁVIO PASSOS/LUSA

Também poderá gostar

Sem comentários