Coimbra, 11 set (Lusa) – A Academia de Medicina Legal e Ciências Forenses dos Países de Língua Portuguesa (ACIFOR), cujo processo de criação começou em 2013, no Brasil, vai ter sede na Universidade de Coimbra (UC), anunciou hoje esta instituição.

A ACIFOR integra profissionais da medicina legal e das ciências forenses dos estados da Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP) e vai funcionar “junto da área de Ciências Médico-Legais e Ético-Deontológicas da Faculdade de Medicina da UC”.

Entre os sócios fundadores portugueses desta academia, “estão personalidades como Duarte Nuno Vieira, Eugénia Cunha, Francisco Corte-Real, Jorge Costa Santos, Teresa Magalhães e Carlos Farinha”, revela um comunicado da assessoria de imprensa da Reitoria da Universidade de Coimbra.

Duarte Nuno Vieira, que durante vários anos foi presidente do Instituto Nacional de Medicina Legal e Ciências Forenses, é o responsável pela área de Ciências Médico-Legais e Ético-Deontológicas da Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra (FMUC).

Também a Rede Ibero-Americana de Instituições de Medicina Legal e Ciências Forenses instalou há algum tempo o seu secretariado permanente na FMUC.

Para Duarte Nuno Vieira, citado na nota, a escolha destas duas organizações “constitui motivo de orgulho e satisfação e, simultaneamente, de responsabilização” para a UC e para os profissionais do setor em Coimbra.

“Tudo será feito para corresponder por inteiro à confiança depositada pelos profissionais, instituições e países que integram estas duas organizações internacionais”, acrescenta o mesmo responsável.

A criação da ACIFOR foi decidida durante o II Congresso de Medicina Legal e Ciências Forenses da CPLP, realizado há dois anos, no Brasil.

Foto LUSA: Unidade de Cuidados Intensivos. Hospital de Santa Marta. 24/05/2005

Foto LUSA: Unidade de Cuidados Intensivos. Hospital de Santa Marta. 24/05/2005

CSS // SSS – Lusa/Fim
Partilhar