22-01-2023

“Queria agradecer a vossa presença e a vossa escolha que, para nós em Cascais, nos honra muito e vem ao encontro de algo que eu tenho defendido há muitos anos: de facto, a comunidade lusófona é uma superpotência a nível mundial. Quando acreditamos nisso, conseguimos atingir resultados verdadeiramente extraordinários. Neste caso, podemos afirmar que somos uma superpotência em várias áreas, nomeadamente na área cultural e também na área do futebol. Imagine-se o que seria uma seleção dos nossos países, seríamos dos melhores do mundo senão mesmo os melhores do mundo!”, disse Carlos Carreiras.

“Por isso, desejo que hoje tenham uns bons trabalhos e amanhã voltamos a estar juntos na inauguração da sede. Sintam-se em casa, que é assim que nós gostamos que todos os nossos amigos se sintam quando vêm aqui a Cascais”, conclui o presidente cascalense.

Esta Assembleia Geral juntou fisicamente representantes das federações de futebol de Angola, Moçambique, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Guiné Equatorial e São Tomé e Príncipe, e à distância as federações de Timor-Leste e Macau. Este projeto conjunto, que terá a sua sede inaugurada amanhã em Cascais, pretende aproximar as federações lusófonas e estabelecer metas comuns no desenvolvimento do futebol, nos países que têm a língua portuguesa como idioma. A partilha de experiências entre os membros, servirá para incentivar a melhoria futebolística em todas as categorias deste apaixonante desporto.

CMC | DG | PR | AG

Partilhar