Crianças de São Tomé e Príncipe na marginal da cidade de São Tomé, 06 de outubro de 2014. ANDRE KOSTERS / LUSA
Crianças de São Tomé e Príncipe na marginal da cidade de São Tomé, 06 de outubro de 2014. ANDRE KOSTERS / LUSA

São Tomé acolhe VII Conferência de Estatística da CPLP

São Tomé, 12 jun (Lusa) – A diretora do Instituto Nacional de Estatística (INE) são-tomense considerou hoje as estatísticas como “ferramenta essencial” na gestão e avaliação da sustentabilidade dos países da Comunidade de Língua Portuguesa (CPLP).

“Os indicadores estatísticos são ferramenta essencial na gestão e avaliação da sustentabilidade dos países, regiões, comunidades locais, atividade económica, organizações públicas e privadas, de políticas, projetos, produtos e serviços dos nossos países”, disse Elsa Cardoso na VII conferência de Estatística da Comunidade da CPLP, cujos trabalhos iniciaram-se hoje.

Com a duração de três dias, o evento tem como tema “Agenda 2030 para o desenvolvimento sustentável e os desafios que se colocam aos institutos de estáticas da CPLP” e decorre em simultâneo com a reunião dos presidentes e diretores gerais dos institutos de estatísticas da comunidade.

Elsa Cardoso sublinhou ainda que governança, segurança, paz e ambiente incluem-se igualmente na agenda deste fórum, sublinhando, contudo, que o desenvolvimento das tecnologias de comunicação e informação tem ditado novas regras de funcionamento nos sistemas estatísticos em cada um dos países membros da CPLP.

Os participantes estão a refletir sobre as mudanças nos institutos de estatísticas da CPLP e vão demonstrar em que medida aqueles departamentos estão preparados para acompanhar e monitorar os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável.

O ministro das Finanças, Comércio e Economia Azul são-tomense, Américo Ramos, que fez a abertura do evento, lembrou que o seu governo se inspirou nas agendas 2030 e 2063 das Nações Unidas para produzir a Agenda de Transformação de São Tomé e Príncipe, submetida aos parceiros durante a conferência de Londres (STP In London) em meados de 2015.

Dois painéis vão dominar os três dias de trabalho desta VII conferência, designadamente os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, desafios e capacidade de respostas das estatísticas da CPLP, bem como as inovações na nova ronda de censos da população e habitação.

O que mudou nos Objetivos de Desenvolvimento do Milénio e os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, o papel do Instituto Nacional de Estatística na Agenda 2030 para o desenvolvimento sustentável e segurança alimentar são alguns dos vários temas em debate.

A VII conferência de estatística da CPLP realiza-se de dois em dois anos e com caráter rotativo.

MYB // EL – Lusa/fim
NOTA INFORMATIVA DA CPLP

A Diretora Geral da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), Georgina Benrós de Mello, vai estar presente na VII Conferência de Estatística da CPLP e na Reunião dos Presidentes e Diretores dos Institutos Nacionais de Estatística da CPLP, nos dias 12 a 14 de junho de 2017, em São Tomé e Príncipe.

O tema das reuniões é “Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável e os desafios que se colocam aos Institutos Nacionais de Estatística da CPLP”.

A cooperação na área da estatística tem sido um dos vetores impulsionadores dos Institutos Nacionais de Estatística (INE) da CPLP, na criação de sinergias, partilha de experiências e boas práticas, na capacitação de quadros e na inovação de tecnologias de informação e comunicação.

Os representantes dos Estados membros desta tutela vão refletir sobre as mudanças nos INE da CPLP com a passagem dos Objetivos de Desenvolvimento do Milénio (ODM) para os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), demonstrar em que medida estes institutos estão preparados para acompanhar e monitorizar os ODS, assim como preparar a nova ronda de Censos da população e habitação e os INE para a introdução de novas tecnologias de recolha de dados.

Publicado a 6/6/2017

Também poderá gostar


Sem comentários

ARTIGOS POPULARES