alda barros

Lançamento do livro de poesia de Alda Barros

Terá lugar no dia 11 de maio, pelas 17 horas, o lançamento do livro de poesia “A Flor Branca de Baobá” da autoria de Alda Barros, nas instalações da UCCLA (Avenida da Índia, n.º 110, Lisboa).

Haverá um momento poético com declamação de poesia ao som do intérprete e compositor de São Tomé e Príncipe, Tonecas Prazeres.

“O presente livro é o extrato de um mundo de palavras, sentimentos, sensações que quer queiramos quer não, retém qualquer animosidade e conduzem-nos a um estado de divagação inadvertida. Vários mundos num universo desigual ou plural que às tantas transporta-nos do sonho à realidade ao ponto de nos sentirmos num mundo abstrato em que nele exteriorizamos o lado oculto de sentimentos que embora pessoais eram, até então uma novidade para todos nós. O conjunto “dos mundos” e lugares percorridos em cada um destes poemas, as pessoas com que nele cruzamos e privamos de forma não calculada, a visão, o tacto e o olfato bem como o convívio experimentado, transformaram os meus sentidos em sentimentos vividos nos instantes de toda e qualquer vivência partilhada. O seu tamanho, resulta da imensidão de cada momento que só o bom uso da palavra, metáforas, gestos, animosidade, facetas e descrições conseguem abarcar todos eles de forma tão ímpar quanto íntima.

Alda Barros (Setembro 2016)”

Alda Barros nasceu no Pantufo em São Tomé e Príncipe. Fez parte do primeiro grupo de jovens jornalistas fundadores do primeiro jornal da primeira República de São Tomé e Príncipe independente – Jornal “Revolução”.
Estudou jornalismo e Relações Internacionais na Universidade Lusíada, em Luanda. Iniciou carreira no PNUD em Luanda em 1990 e teve o seu primeiro posto internacional na Guiné-Bissau em 2000 seguindo-se de Timor-Leste e o Burundi; regressou novamente à Guiné-Bissau em 2010 onde trabalha presentemente.
Morada:
Avenida da Índia, n.º 110 – entre a Cordoaria Nacional e o Museu Nacional dos Coches – Lisboa
Como chegar:
Autocarros e Elétrico (Rua da Junqueira): 15E, 18E, 714, 727, 728, 729 e 751
Comboio: Estação de Belém
Coordenadas GPS: 38°41’46.9″N 9°11’52.4″W

Também poderá gostar


Sem comentários

ARTIGOS POPULARES